quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Leaving Paradise


Autora: Simone Elkeles
Série: Leaving Paradise #1
Editora: Flux
Ano: 2007
Páginas: 312
Livro: Skoob
Sinopse:
Nada foi o mesmo desde que Caleb Becker saiu de uma festa bêbado, pegou no volante, e atropelou Maggie Armstrong. Mesmo após meses de dolorosa fisioterapia, Maggie anda mancando. Sua vida social é nula e uma bolsa de estudos para estudar no exterior - sua chance para escapar de todos e de seus olhares de pena - foi cancelada. Após um ano na cadeia juvenil, Caleb está livre... se liberdade significa censuras sem fim de um Instrutor Transicional e os olhos curiosos da cidade inteira. Voltar para casa deveria se bom, mas sua família e ex-namorada parecem pessoas estranhas. Caleb e Maggie são excluídos, taxados como "criminoso" e "aberração". Então a verdade vem à tona sobre o que realmente aconteceu na noite do acidente e, novamente, tudo muda. É uma jornada desolada e tortuosa para Caleb e Maggie, e ainda assim eles terminam encontrando conforto e força de uma fonte surpreendente: um do outro.




Leaving Paradise conta sobre Caleb Becker, que numa festa, após ouvir Maggie Armstrong jogar-lhe a verdade que nunca desejou ouvir, ele acaba a atropelando. É preso e um ano depois, ao voltar para casa, tudo parece diferente.
Sua irmã vive trancada num quarto, vestindo roupas estranhas e escondendo-se de um erro grave cometido, que se recusa a assumir. Sua mãe, desde o acidente, passou a tomar remédios fortíssimos para aguentar a pressão. A vida não só de Caleb, mas de toda sua família mudou completamente após o acidente, e ele jamais poderia voltar ao passado e consertá-lo.

Mas a vida de Caleb não foi a única que mudou. Maggie, após muito tempo fazendo fisioterapia, o máximo que conseguiu foi mancar ao invés de voltar a andar. Ela tinha grandes sonhos em voltar a jogar tênis - o que nunca poderia realizar, já que sentia-se impotente de fazer tal esporte. Maggie perdeu sua melhor amiga, Leah, que por um acaso é irmã de Caleb, e sentia-se mais do que sozinha. Não podia acreditar que o grande "amor de sua vida" havia a atropelado.

Caleb então volta para a escola, só que ao contrário de Maggie, ele não se importa com os olhares que recebe. Ao invés disso, consegue de volta a amizade de seus antigos amigos, e ainda sua ex-namorada. Porém, nem tudo continua igual. Talvez esse ano preso fez com que ele percebesse a falsidade de certas pesssoas, e o quanto estava cego. Maggie também traz consigo o sonho de ir para a Europa, mas não tem dinheiro. Portanto, passa a trabalhar para a Sra. Reynolds, uma senhora idosa que precisa de ajuda. Por uma incrível coincidência, Caleb também começa a trabalhar para ela, mas Maggie tem uma regra - trabalharem juntos, mas se ignorarem. Mas aquilo foi um tanto quanto impossível.

Aos poucos eles se sentiam obrigados a voltar a conversar, e surpreendentemente, o sentimento voltar. Agora... Como após Caleb ter a atropelado e a deixado ali para morrer, Maggie aceita sua amizade de volta? Como Caleb teve a coragem de abandoná-la na estrada, aquela garota que conhecia tão bem desde a infância? Ambos começam a passar por dificuldades, e encontram a solução e a tranquilidade um no outro.

A história é mais do que incrível. Ao decorrer, os fatos que ocorrem, te deixam boquiaberto, pois jamais esperava que tal coisa acontecesse. Vários mistérios e segredos vão sendo descobertos, e te deixam cada vez mais curioso. É impossível largar o livro antes de terminá-lo!

Eu sou suspeita a falar, terminei num único dia, de tão ansiosa eu estava para saber como terminaria. Porém, eu só encontrei mais angústia e desespero para ler a continuação, chamado Return to Paradise. Tenho que admitir, eu acabei chorando em várias partes. Me lembrou até o filme "Um amor para recordar", aquele cara popular que acaba se apaixonando exatamente por aquela que até então, não lhe chamava a atenção em nada, e todos seus amigos o zombam pela escolha. Porém... Um amor verdadeiro, jamais é abalado.
"Eu as ganhei quando estava no hospital", disse a ele. "Você sabe, para me lembrar de continuar lutando." Ele sorriu melancolicamente para as luvas de boxe. "Eu estou cansado de lutar. Eu estou cansado de reviver o acidente." Ele disse quase para si mesmo, como se fosse um pensamento particular que ele estava compartilhando comigo. Ele pôs seus braços em volta de mim e me abraçou tão apertado quanto. "Será que um dia você vai me perdoar?" perguntou ele, com a voz trêmula. Uma lágrima escorreu pelo meu rosto. Eu sinto sua umidade quente na minha pele. Eu não sei o momento exato em que aconteceu, mas algo mudou. Eu mudei."

3 comentários:

  1. Não consegui entender a proposta do livro (sou meio lerdo). Acho que é porque nunca li algo do genero.
    Achei um pouco forçado isso, se eu entendi certo ela se apaixona pelo cara que atropelou/quase matou ela ?
    Porém se você diz que o livro é bom (você leu em um dia um livro em inglês ? =O)

    Abraço


    Luiz Silva
    blogueiroleitor.blgospot.com

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado Carol por ter me explicado!!
    Nossa o livro subiu no meu conceito agora! Achei uma proposta inovadora isso. Acho que fica meio que um dilema o fato dela gostar do cara que atropelou ela e acabou com sua vida.
    Realmente algo diferente. Gostaria de ler, mas sou burro e não sei muito inlgês (só o suficiente para me comunicar).
    É muito legal trabalhar em equipe Carol, assim todos ajudam e não fica pesado para ninguém. Eu cuido do blog sozinho, e ainda tenho que arrumar tempo entre ele a faculdade e o trabalho ainda. Pra você ver, cheguei do serviço 5 horas e até agora não dei conta de comentar em todas as novas postagens dos parceiros =X.
    Seria otimo ter alguem para ajudar! Porém não reclamo, adoro meu blog e adoroo toda essa correria! =D

    Abraço


    Luiz Silva
    blogueiroleitor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu vi uma resenha desse livro e não tive certeza se valia apena, mas depois de ler a sua resenha me apaixonei.

    http://crazyaboutlivros.blogspot.com

    ResponderExcluir