quinta-feira, 30 de novembro de 2017

A Poção Perdida

Título: A Poção Perdida
Título Original: The Potion Diaries: Royal Tour
Autora: Amy Alward
Série: Diário de uma Garota Alquimista
Editora: Jangada
Ano: 2017
Páginas: 440
Tradução: Denise de Carvalho Rocha
Livro: Skoob
Sinopse:
Depois de vencer a Caçada Selvagem, salvando a Princesa Evelyn, a vida de Sam Kemi mudou completamente! Com uma avalanche de entrevistas na TV, o trabalho na loja de poções da família e os preparativos para acompanhar a Princesa – sua nova melhor amiga – numa grande viagem internacional, tudo parece estar indo muito bem, até que de repente não está mais...Alguém adulterou a mente do avô de Sam para tentar descobrir a fórmula da Aqua Vitae, uma poção capaz de curar qualquer doença e que estava perdida entre as páginas de um antigo diário da família Kemi. Sem suas memórias e precioso conhecimento, seu avô está cada vez mais perdido e confuso. E, conforme o tempo passa, seu estado só vai piorando. Agora, Sam precisa encontrar a receita perdida da poção mais poderosa do mundo, aquela que as pessoas matariam para pôr as mãos, e também tentar trazer as memórias do seu avô de volta. Trocando vestidos, príncipes e palácios por dragões, centauros e cavernas, Sam começa a aventura mais importante e perigosa de sua vida – na qual tudo pode acontecer!

1A Poção Secreta
2 – A Poção Perdida

[PODE CONTER SPOILERS]

Após vencer a Caçada Selvagem e salvar a Princesa Evelyn, Samantha vê sua vida mudar por completo. A loja dos Kemi finalmente ganha um movimento maior, e o desejado pela sua família por tanto tempo. Lá, Samantha prepara as poções solicitadas junto do avô, e nas horas vagas passa um tempo com seu novo namorado, Zain, e também com a Princesa Evelyn, que acabou se tornando uma grande amiga, e que requer a presença de Samantha em seu baile.

Para isso, ela terá que viajar com a Princesa e com Zain, o que não será nem um pouco desagradável, já que além de estar na companhia de duas pessoas que ela tanto gosta, ela também terá a oportunidade de preparar a poção que prometera à Evelyn. Os poderes da Princesa vem crescendo com o decorrer do tempo, e só um casamento permitirá que ela compartilhe seus poderes, sem colocar perigo à Nova. No entanto, Evelyn não está apaixonada por nenhum dos pretendentes, e pra que não seja obrigada a casar somente para controlar seus poderes, Samantha está atrás de ingredientes que a permitirá criar uma poção que ajude a amiga.

Além da busca pela poção, Samantha também poderá aproveitar a viagem para se afastar das câmeras. Depois da Caçada Selvagem, os repórteres não deixavam a porta de casa dos Kemi, e já na internet, criaram fóruns para falar sobre Samantha, sua bisavó Cléo e lançarem teorias bem típicas de fãs. O boato no momento que corria pelos fóruns é que Cléo havia conseguido produzir a Aqua Vitae, uma poção capaz de curar qualquer doença. O boato ganhou proporções tão grandes que as pessoas chegavam à loja dos Kemi procurando por um milagre e alegando que eles sabiam a fórmula da Aqua Vitae, só não queriam revelar. Acontece que os Kemi não tinham ciência nem mesmo da localização diário de alquimista da Mestra Cléo, quanto mais da tão milagrosa e misteriosa fórmula da poção.

Um beijo… se pudesse ser engarrafado, seria a cura mais ponderosa… para tristeza, preocupações, tensão, desespero, raiva... Talvez essa seja a Aqua Vitae.

A possibilidade de Cléo ter realmente produzido a Aqua Vitae incomodava Samantha, e por isso a viagem seria ótima para distraí-la do assunto. Porém, dois eventos trágicos trazem mais preocupações à Samantha:

1. Seu avô sofre um acidente e, após acordar, não é mais o mesmo. Nem mesmo as fórmulas das poções ele lembra, e não demora para que ele acabe indo parar internado no hospital.

2. Samantha sabe que só poderia haver uma pessoa por trás do acidente do avô e da perda de suas memórias, e ela confirma a suspeita com a notícia de que Emília Thoth, irmã do rei, fugiu da prisão.

E Samantha sabe qual é a intenção de Emília roubando as memórias de seu avô.

Ela quer o diário.

E agora depende de Samantha encontrar o diário primeiro para salvá-lo de Emília e também para conseguir salvar o avô. Somente seu diário dirá se Cléo realmente fez a Aqua Vitae, mas pra isso Sam primeiramente terá que descobrir a localização do diário. Sam então embarca numa jornada junto de Kristy, sua coletora, a Princesa Evelyn, Zain e também seus dois velhos amigos, Anita e Arjun, para terras desconhecidas e cercadas por centauros, dragões e os restos da antiga escola de alquimia.

Será que Sam será capaz de salvar seu avô, derrotar Emília e encontrar o diário por muito tempo desaparecido? E a Aqua Vitae, seria apenas um mito ou uma poção poderosa e tão real quanto dizem ser?


Primeiramente, quero dar os parabéns à nossa querida editora parceira Jangada pela edição e pela rapidez com o lançamento. A capa foi mantida como a original, e é tão linda quanto a do primeiro volume, que também é espetacular. O tamanho da fonte é perfeito, assim como o espaçamento, e se encontrei um erro bobo foi muito. A Poção Secreta foi publicada esse ano pela editora, e no mesmo ano o segundo volume também foi publicado, e nós fãs da série ficamos como? Felizes da vida!!

Assim como A Poção Secreta, A Poção Perdida possui uma pegada bem leve. A qualidade da história se manteve a mesma, não sofreu da maldição do segundo livro, e mostrou mais uma busca bem animadora, mas não tão frenética quanto a anterior. Achei esse volume bem mais calmo e com uma leitura fluida, e talvez isso se deve ao fato de estar mais acostumada com os personagens. Gostei muito de conhecer mais a Princesa Evelyn, ela é uma personagem bem alegre e otimista. Continuo sem grandes opiniões sobre o Zain, não é aquele tipo de mocinho que dá vontade de guardar num pote, mas também é fofo e principalmente leal.

Acho que eu esperava ver a Sam aprendendo mais sobre as poções, elaborando-as, e talvez isso tenha me decepcionado um pouco, mas em contrapartida, ela cita em diversas passagens os ingredientes de determinadas poções, já que ela costuma pensar nessas poções para se acalmar. E além disso, ela mostra todo o seu potencial como alquimista, deixando claro que o avô a treinou muito bem.

A Poção Perdida possui início, meio e fim. É uma nova aventura vivida por personagens já conhecidos, mas que chega a uma conclusão. Considero esse um ponto totalmente positivo também, já que não deixa dúvidas e pontas abertas. O epílogo é a única parte que nos dá uma ideia do que vem a seguir e dos novos desafios que Sam e seus amigos terão de enfrentar. E graças a isso já estou super ansiosa pelo próximo volume! Recomendo a todos que adoram uma leitura leve acompanhada de muita fantasia e poções.

DAS DEZ MELHORES POÇÕES DE SAMANTHA KEMI:
2) COLA-MEMÓRIA
Misture raiz de valeriana com veneno roxo e viscoso de perereca, alecrim e uma pitada de leite de magnésio. Prepare a poção perfeita para ajudar a memorizar a matéria das provas finais. Proceda com cautela: over-doses podem ser perigosas.

Nota: 4


Sobre mim: Carolina Rodrigues, 22 anos, biomédica e autora do livro O Poder da Vingança. Adora dançar e ir pra praia, mas o que a faz realmente feliz é poder passar um dia inteiro lendo, vendo séries, escrevendo histórias ou ouvindo música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário