segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Eu te amo, Você me assombra


Título Original: I heart you, you haunt me
Autor: Lisa Schroeder
Editora: Simon & Schuster
Ano: 2008
Páginas: 170
Livro: Skoob
Sinopse:
Garota conhece rapaz.
A garota perde o rapaz.
A garota tem o rapaz de volta
...Mais ou menos

Ava não pode vê-lo ou tocá-lo, a menos que ela esteja sonhando. Ela não pode ouvir sua voz, exceto o fraco sussurrar de sua mente. A maioria acha que ela está louca, mas ela sabe que ele está aqui. Ela pensa em passar o resto de sua vida com ele. Ele está de volta dos mortos, como prova de que o amor realmente não conhece limites.


Eu sempre quis ler algo da Lisa, não sei por quê. E eu sempre quis ler esse livro em específico. Uma amiga leu uma vez, e disse que era puro amor. Então, depois de muito tempo, pus as mãos no livro e... Nossa! Que delícia de ler.

“When you meet someone
so different from yourself,
in a good way,
you don’t even have to kiss
to have fireworks go off.”

Ava é uma adolescente que acabou de perder o namorado, Jackson, e se culpa pela morte dele. Os dois se amavam, e Ava se sente devastada com o ocorrido. Assim, ela se prende em seu quarto, em sua solidão e tristeza.
E é quando ela começa a sentir a presença de Jackson em sua casa.
De início é seu cheiro, um toque suave... E ela pensa que pode realmente estar ficando louca, afinal, está mergulhada em solidão e tristeza pela perda de Jackson. Porém, cada vez mais ele se demonstra presente: recados de que ele esteve por ali, músicas para se expressar. 3 doors down, Green Day, Evanescence.
Ela tinha seu namorado de volta! Ava se afasta cada vez mais de todas as pessoas vivas - sua mãe, seu pai, suas amigas -, ficando o tempo todo em casa, procurando maneiras de fazer Jackson se manifestar e ela poder senti-lo ali, junto... quase vivo.

But repaying a debt
means giving up things.
Making sacrifices.
If I sacrifice my heart
for Jackson,
will I be dead
too?

Ava faz de tudo para tentar fazê-lo aparecer, tentar fazê-lo viver mesmo que por alguns minutos. Tanto porque o amava incondicionalmente, tanto porque se sentia culpada por ele não estar mais ali. Sua mãe e suas amigas, preocupadas, começam a tentar tirá-la de casa.

E, nesse meio tempo, Ava nos mostra o seu passado com Jackson, sua história, como começaram a namorar e como era o relacionamento dos dois. E é lembrando de como ele era, que as coisas começam a ficar muito difíceis para Ava. Toda vez que ela sai com sua mãe ou suas amigas, Jackson-fantasma surta, e ela percebe que esse não é ele. Que ela está, na verdade, deixando de viver para tentar dar a ele algum tipo de vida.

Memories might keep him alive
but they might kill me.

Ava se pega presa em um dilema, entre viver sua vida e deixar Jackson. Ela poderia mesmo continuar vivendo como se nada tivesse acontecido, quando se sente tão culpada? E, afinal, por que Jackson ainda está ali, preso?
Aos poucos, as respostas vão chegando, junto com as músicas que eles colocam no rádio da sala para se comunicar. E é no auge, quando toca My Immortal, que fica impossível não chorar.

Lisa nos apresenta uma escrita suave, em versos, que deixa a história que já é tão delicada e cheia de amor, ainda mais delicada. Única.

Um livro rápido e gostoso de se ler, com uma história magnífica, com todos os sentimentos e acontecimentos na hora certa e na medida certa e, ainda, cheio de ensinamentos.

Joy, not sorrow.
Laughter, not tears.
Life, not death.
Love, not blame.



Nota: 5



Sobre mim: Letícia Proença (Leeh), 21 anos, estudante de Medicina Veterinária em Botucatu, até hoje não sabe como leva a graduação e a paixão por sites e livros lado a lado. Canceriana louca, gostaria de saber como aumentar as horas do dia para poder fazer tudo o que gosta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário