sexta-feira, 31 de outubro de 2014

[ESPECIAL DE HALLOWEEN] A Estrada da Noite


 Chegou o diaa! Feliz halloween, pessoal! Embora a grande maioria de vocês que acompanham o blog não sejam muito fãs de terror *pra não dizer nem um pouco*, eu super recomendo assistir pelo menos um filme hoje, seja bagunçando com amigos, ou mesmo sozinho pra enfrentar o medo *só não vale parar no hospital hahaha*. E, se ainda assim vocês não gostaram da minha ideia, comprem doces!! Eu já fiz minha aquisição de guloseimas do dia, e posso engordar a vontade sem me sentir culpada *ou pelo menos não tanto*. Espero muito mesmo que vocês tenham gostado do Especial, e pra fechar com chave de ouro, convidei o Raniere, dono da incrível página Encontros Literários, na qual também sou moderadora, pra fazer uma resenha, já que ele consegue ser mais fanático que eu por terror e tudo que envolva coisas sobrenaturais. Portanto, confiram a última resenha do Especial, e até mais!


Nome: Estrada da Noite
Título Original: Heart-Shaped Box
Autor: Joe Hill
Editora: Sextante
Livro: Skoob
Sinopse:
Uma lenda do rock pesado, o cinqüentão Judas Coyne coleciona objetos macabros: um livro de receitas para canibais, uma confissão de uma bruxa de 300 anos atrás, um laço usado num enforcamento, uma fita com cenas reais de assassinato. Por isso, quando fica sabendo de um estranho leilão na internet, ele não pensa duas vezes antes de fazer uma oferta.
"Vou ´vender´ o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..."
Por 1.000 dólares, o roqueiro se torna o feliz proprietário do paletó de um morto, supostamente assombrado pelo espírito do antigo dono. Sempre às voltas com seus próprios fantasmas - o pai violento, as mulheres que usou e descartou, os colegas de banda que traiu -, Jude não tem medo de encarar mais um.
Mas tudo muda quando o paletó finalmente é entregue na sua casa, numa caixa preta em forma de coração. Desta vez, não se trata de uma curiosidade inofensiva nem de um fantasma imaginário. Sua presença é real e ameaçadora.
O espírito parece estar em todos os lugares, à espreita, balançando na mão cadavérica uma lâmina reluzente - verdadeira sentença de morte. O roqueiro logo descobre que o fantasma não entrou na sua vida por acaso e só sairá dela depois de se vingar. O morto é Craddock McDermott, o padrasto de uma fã que cometeu suicídio depois de ser abandonada por Jude.
Numa corrida desesperada para salvar sua vida, Jude faz as malas e cai na estrada com sua jovem namorada gótica. Durante a perseguição implacável do fantasma, o astro do rock é obrigado a enfrentar seu passado em busca de uma saída para o futuro. As verdadeiras motivações de vivos e mortos vão se revelando pouco a pouco em A estrada da noite - e nada é exatamente o que parece.
Ancorando o sobrenatural na realidade psicológica de personagens complexos e verossímeis, Joe Hill consegue um feito raro: em seu romance de estréia, já é considerado um novo mestre do suspense e do terror.


Li "A Estrada da Noite", de Joe Hill, há um tempo, e este livro entrou na minha lista para releitura assim que eu terminei de lê-lo.

Joe Hill herdou de seu pai, Stephen King, o dom de nos assustar, e ele nos prova isso nesse livro, que é tenso do início ao fim.

"A Estrada da Noite" nos conta a história de Judas Coyne, um astro do rock que tem como hobby (e também para mostrar para os fãs o quanto ele é "malvado") colecionar objetos macabros. Eis que, um dia, Coyne vê um leilão na internet, no qual havia o anúncio: "Vou 'vender' o fantasma do meu padrasto pelo lance mais alto..."

É claro que Coyne se interessa e compra a "alma" (que vem assombrando o paletó do morto) por 1.000 dólares. Mas o que Coyne não sabia é que o paletó, que foi entregue para ele dentro de uma caixa preta, em forma de coração, estava realmente assombrado. E tudo, desde o leilão na internet até a entrega do paletó, fez parte de uma vingança contra Jude, pois o falecido dono do paletó, chamado Craddock McDermott, padrasto de uma fã de Coyne que, após ser ignorada pelo astro, cometeu suicídio. O que era para ser apenas um hobby se torna uma corrida desesperada para salvar a própria vida.

Em um suspense e terror de tirar o fôlego, Joe Hill nos prende nessa história até a última página (e o final do livro é sensacional!). Passei a conhecer Joe Hill na estréia deste livro, e, logo de cara, já vi que o filho do Stephen King veio para herdar o posto de "Mestre do Terror e do Suspense", que seu pai é o detentor, atualmente. Leitura altamente recomendável para todos os fãs do gênero!

Nota: 5

Nenhum comentário:

Postar um comentário