quarta-feira, 6 de agosto de 2014

[TAG + RESULTADO DA PROMOÇÃO]

Helloou, povo! Como vocês estão?

Espero que bem, porque encontrei uma TAG incrível num blog (queria colocar aqui, mas não lembro qual foi :( ), e não resisti: Tive que fazer, e aposto que vai contagiar vocês também, então sintam-se à vontade pra responderem caso desejarem.

Mas antes disso, quero anunciar os vencedores da promoção do livro Não Pare!, da autora FML Pepper que tava rolando na página da Caverna no facebook. E dizer também que já estamos com planos pra futuras promoções! Fiquem de olho :D




Uhu! Espero que as felizardas gostem tanto da história quanto eu amei, e vocês também deviam ler logo, tenho certeza de que vão devorar o livro!

Mas por enquanto, vamos à Tag. Ela se chama Doenças Literárias, e consiste em citar um livro para cada doença de acordo com o que se pede:

1 - Diabetes: Um livro muito doce.



A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista”, de Jennifer E. Smith. Não que seja muito meloso ou que eu tenha vomitado arco-íris, mas achei esse livro muito fofo!! Não tem como não ficar na vontade de apertar a bochecha deles, então a insulina necessária é válida haha

2 - Catapora: Um livro que você leu uma vez para nunca mais na vida.



Vish, tem tantos. Mas vamos de “Para Sempre”, da Alyson Noel. Ô livrinho chato! Li por pura inconformidade, pelo tanto que falavam bem dele, mas foi difícil de engolir a história. A leitura foi totalmente na manivela, travando o tempo todo, então não quero repetir a dose, não.

3 - Influenza A: Um livro contagioso.



A série inteira de Harry Potter, com certeza. Acho que não existe uma pessoa na Terra que nunca tenha lido, ou pelo menos ouvido falar na vida. E não é pra menos! Obra boa merece devido reconhecimento mesmo.

4 - Ciclo Menstrual: Um livro que você relê constantemente.



Pode parecer estranho, mas eu nunca releio livros porque prefiro ler novos ao invés de perder tempo, mesmo que seja com um que gostei. Mas, se for reler um dia, eu tenho muita vontade de que seja “De Corpo e Alma”, do Willian Nascimento. A obra não foi muito divulgada, mas tem uma história e tanto! Quase perdi uma festa só pra poder terminar de ler haha

5 - Insônia: Um livro que você virou a noite lendo.



Escola Noturna”, da C. J. Daugherty. Dentre todos que passei boas e longas madrugadas lendo, esse marcou porque eu estava levando a história numa boa, até que chegou numa parte que se tornou simplesmente impossível desgrudar os olhos da página, e eu sinceramente não esperava por aquele mistério todo.

6 - Amnésia: Um livro que você leu e não se lembra.



Já informo que tenho perda de memória recente, quem dirá lembrar de todos os livros que li (infelizmente). Mas estava fuçando pelo skoob e encontrei “Marcada”, da P. C. Cast com a Kristin Cast, que só sei ser sobre vampiros. Na época que li tinha livro de vampiro pra tudo quanto era lado, então nem sei mais distinguir qual história era de cada livro. Só sei que achava um absurdo a série ser tão grande sendo que por algum motivo não a achava tão boa assim.

7 - Asma: Um livro que te tirou o fôlego.



Atormentada”, de Jeannine Garsee. QUE LIVRO PERFEITOO! Meu Deus, além de um belo asma me deu perturbação também, esse livro tem de tudo um pouco, eu li em intensa aflição e ansiedade pelos acontecimentos.

8 - Má Nutrição: Um livro que você esqueceu de comer para ler.



Como eu era antes de você”, da Jojo Moyes. Esse livro provocou má nutrição, e principalmente desidratação, porque no final eu já nem sabia mais da onde brotava tanto choro. Esqueci de comer, de viver, de tudo! E depois ainda fazia tudo no automático, porque na minha cabeça só tinha a história repassando haha

9 - Doença de Viagem: Um livro que te lembre/ você relacione com uma viagem.



Hm.. Acho que “Sirensong”, da Jenna Black, pois lembro de lê-lo na casa da Leeh em Campinas, o que também me leva a recordar o dia em que ela veio me visitar em Santos, com mais duas amigas nossas, e minha mãe deu bronca porque ao invés de sair, nós estávamos as quatro esparramadas na cama lendo cada uma um livro diferente. Hah, bons tempos.



Sobre mim: Carolina Rodrigues, 19 anos, mora em Santos e cursa faculdade de Biomedicina. Adora dançar e ir pra praia, mas o que a faz realmente feliz é poder passar um dia inteiro lendo, vendo séries, escrevendo histórias ou ouvindo música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário