quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

A Pirâmide Vermelha


Nome: A Pirâmide Vermelha
Autor: Rick Riordan
Série: As Crônicas dos Kanes
Editora: Intrinseca
Livro: Skoob / Submarino
Sinopse:
Desde a morte de sua mãe, Carter e Sadie viveram perto de estranhos. Enquanto Sadie viveu com os avós, em Londres, seu irmão viajava pelo mundo com seu pai, o egiptólogo brilhante, Dr. Julius Kane.
Uma noite, o Dr. Kane traz os irmãos juntos para uma experiência de “pesquisa” no Museu Britânico, onde ele espera para acertar as coisas para sua família. Ao contrário, ele liberta o deus egípcio Set, que expulsa-lo ao esquecimento e forças das crianças a fugir para salvar suas vidas.
Logo, Sadie e Carter descobre que os deuses do Egito estão acordando e, o pior deles – Set – tem a sua visão sobre o Kanes. Para detê-lo, os irmãos embarcam em uma perigosa viagem em todo o mundo – uma busca que traz os cada vez mais perto da verdade sobre sua família e seus vínculos com uma ordem secreta que existiu desde o tempo dos faraós.


Assim como minha autora preferida, ao menos até agora, é Cassandra Clare e sua série maravilhosa de Os Instrumentos Mortais, Rick Riordan e a série de Percy Jackson, sem sombra de dúvidas, é minha segunda série predileta. Consequente, sendo fã assumida do autor, obviamente eu tinha certeza de que ele não deixaria a desejar com sua mais nova série. E somente confirmei minhas expectativas ao com uma promoção do submarino, a Leh me ter dado o incrível presente, que é o primeiro livro da saga!
Eu admito que não tinha tanta curiosidade assim de ler A Pirâmide Vermelha. Assim como fui praticamente obrigada a ler Percy Jackson, mas não me arrependi nem um pouco, então resolvi embarcar nessa aventura.

Após a morte de sua mãe, Carter e Sadie foram separados ainda muito jovens, sem ter chance de escolherem onde exatamente queriam ficar. A guarda de Carter ficou com o pai, Julius Kane. Eles viajavam por cada canto do mundo, sem um ponto expecífico para passarem um tempo prolongado. Julius era um arqueólogo e egiptólogo, muito reconhecido por seu trabalho e dedicação, viajando exatamente para concluir suas pesquisas e investigações a respeito de determinados assuntos que envolvesse seu trabalho. Já Sadie, ficou com seus avós maternos, que lutaram bastante para conseguir ficar com a garota.
Num dos únicos dias em que Sadie pode ficar com seu pai e irmão, algo fora do costume acontece. Seguindo o pai para o British Museum, ele alegou querer finalizar uma pesquisa pendente sobre a Pedra de Roseta. Pede que mantenham distância, mas contrariando o pedido do pai, eles presenciam uma cena chocante: ao invés disso, seu pai acaba liberando cinco deuses egípceos: Osíris, Ísis, Hórus, Néftis e Set. Porém, nem todos os deuses são bons como pode se imaginar. Set, anuncia vingança e pretende fazer com o pai das crianças, o mesmo que fez com Osíris um dia. Portanto, o aprisiona, e as crianças são resgatadas, totalmente atordoadas.
Para piorar mais ainda a situação, quando cada deus foi libertado, eles consequentemente necessitavam de um corpo humano para dominar e se abrigar. Com o tempo, Sadie e Carter descobrem a infeliz novidade de que estão carregando Ísis e Hórus, destinados a lutar de todas as formas contra Set, assim como fizeram tantas e tantas vezes no passado.
De fato, absolutamente TUDO que eu aprendi sobre mitologia, tanto grega, quanto egipcea, foi com os livros do Rick Riordan. E, a partir disso, eu comecei a amar e me identificar cada vez mais com mitologia, e me interessar profundamente com as histórias, já que não é algo totalmente inventado, a maior parte é tudo verdadeiro. A Mitologia Egípcea, eu achei bem mais fácil de se compreender do que a Grega, sendo assim mais fácil de assimilar cada detalhe.

"A verdade é cruel - Anúbis falou. - Espíritos chegam ao Salão do Julgamento o tempo todo e não conseguem desistir de suas mentiras. Negam seus erros, seus sentimentos reais, seus defeitos... mentem até Ammit devorar suas almas por toda a eternidade. É precisa força e coragem para reconhecer a verdade."


Os personagens em si... Devo admitir que não gostei muito de Sadie. Pra começar, pra idade dela, ela é esperta, além de inteligente demais para isso. Apesar de que, já conheci várias crianças nessa faixa de idade, e com tamanha inteligência de chocar. Mas esse não foi o fato principal, embora ás vezes, pelo menos eu, considere complicado imaginar tal cena com uma criança tão pequena e 'indefesa' lutando com.. Deuses. Sadie tem um jeito muito orgulhoso, e certas horas não me facinou muito. Achei estranho Carter ser o filho que mais passou tempo com o pai, e não saber de absolutamente NADA o que o pai estava planejando, somente poucos detalhes por causa das pesquisas que acompanhava. Ainda assim, ninguém é capaz de esconder tanto... Ele poderia ter percebido muito mais, se fosse como Sadie e decidisse ir atrás. Nenhum deles me encantou tanto quanto Percy, mas se formos pensar por um lado, um autor não pode fazer personagens completamente iguais, por exatamente cada pessoa ter sua personalidade própria, diferente das outras, mesmo que por meros detalhes.
Uma das coisas que eu achei MAIS legal, é que um capítulo inteiro fala sobre Elvis. Melhor ainda, as cenas acontecem em Graceland Mansion, a tão famosa casa do astro de rock. Não é todo livro que é introduzido na história um famoso que nós adoramos, e mesmo não tendo absolutamente nada a ver, consegue fazer com que tudo se encaixe. A criatividade de Rick é maravilhosa, e ele consegue formar histórias que, pelo menos eu, jamais conseguiria imaginar.
Mas, infelizmente, eu acho que ele pecou demais no fim. Foi uma longa estrada, cheia de aventuras e perigo, para no final ser tão... Fácil? Digo, eu esperava mil vezes mais. A proposta foi aceita tão tranquilamente, que eu achei que era até brincadeira, mas não. Na minha opnião, ele poderia ter montado algo muito melhor, para combinar com todo o contexto.
Fora isso, é um ótimo livro. Com certeza vale a pena ler, a sensação de viajar pelo mundo em nossa imaginação é mais do que maravilhosa.

NÓS SÓ TEMOS ALGUMAS HORAS, então ouça com atenção.
Se você está ouvindo esta história, você já está em perigo. Sadie e eu podemos ser a sua única chance.
Vá até a escola. Localize o armário. Eu não vou dizer qual escola ou qual armário, porque se você for a pessoa certa, você vai encontrar. A combinação é 13/32/33.
Quando terminar de ouvir, você saberá o que esses números significam. Apenas se lembre que a história que estamos prestes a te contar ainda não está completa.
Como ela vai terminar dependerá de você.


Nenhum comentário:

Postar um comentário