segunda-feira, 11 de julho de 2011

Desafio de Equipe #13

Lançado por: Caue

Título Original: Gamer
Título traduzido: Gamer
Ano: 2009
Gênero: Ficção Científica
Classificação: 18 anos.
Elenco: Gerard Butler, Michael C. Hall, Zoe Bell, Milo Ventimiglia.
Sinopse:
Um novo jogo de videogame é a grande febre do momento. Através dele milhões de internautas podem assistir um grupo de condenados lutando para sobreviver como se fossem personagens virtuais, sendo controlados por jogadores. Kable (Gerard Butler) é a grande estrela do jogo, sendo comandado por um adolescente. Em meio à batalha, Kable precisa usar suas habilidades para vencer o jogo e derrubar o sistema que o aprisiona.



Resenha:
Fazia tempo que eu queria assistir o filme por ele ser com dois atores que eu conhecia, tirando o Logan Lerman (Percy Jackson) que eu lembro por nome, também tinha o ator que fez o rei Leonidas em 300.
Então, num sábado antes de dormir, a oportunidade surgiu.
Tudo bem que o filme estava passando dublado na televisão mas valeu totalmente apena.
A história se passa num futuro não muito distante onde, se tratando de games, nós não controlamos apenas um ser feito de gráficos 3D com uma história de jogo, resumindo, não é mais uma máquina e sim seres humanos de verdade.
Castle é o grande genio que fez essa nova tecnologia substituindo células no cérebro das pessoas por nanomaquinas, criando o Nanex.
Após o sucesso conseguido com o jogo "Society" se tornando mais rico que Bill Gates praticamente da noite para o dia, Castle cria o jogo Slayers, onde condenados a morte são controlados por jogadores por 30 sessões do jogo, onde quem conseguir sobreviver as 30 sessões (pois lembrem-se, estamos controlando humanos, se morrem no jogo, os controlados morrem na vida real) consegue a liberdade.
E ai temos Simon e Kable, jogador e controlado. Kable que na verdade se chama John Tuman é o condenado a morte que sobreviveu a 27 sessões de Slayers sendo controlado por Simon; agora uma sociedade de hackers denominados Humanz que querem tirar todo esse controle que Castle conseguiu com os jogos dão um jeito de Simon conversar Kable, porém existe algo mais por toda essa história e os humanz sabem.
Como Castle conseguiu criar os nanex e porque Kable é tão importante para ele? E Kable, qual foi seu crime para entrar na fila do corredor da morte?
Espero que assistam e descubram isso e algumas coisas a mais no filme, que é cheio de ação e muuuuita violencia!


Carol:
O filme já começa de uma forma, que pelo menos eu achei, explêndida. Ao som de Sweet Dreams, do Marilyn Manson, o filme se inicia com cenas de guerra, tiroteio, disputas.. Sabe o que me lembrou MUITO? Call of Duty, que por um simples acaso, eu sou uma droga no jogo, já cheguei a ficar super irritada e desistir de jogar com meus amigos porque só vivia morrendo g_g UHSAUIHSAOUSHUSA Mas enfim. Dois detalhes que eu ADOREI do filme, são os atores: Logan Lerman, que fez o filme Percy Jackson & Os Olimpianos, e Michael C. Hall, que faz a famosa série do assassino Dexter. Não é por nada, mas eu AMO eles, e a atuação, assim como esperado, foi maravilhosa *-* O filme em si, apesar de várias críticas negativas, eu adorei. Bem criativo, seria bem legal se existisse jogos do tipo na realidade, haha. Porém, se formos ver por outro lado, é um pouco viajado demais. Ainda mais em certas cenas, que é um tanto quanto colorido.. Ou então o quarto do garoto que Logan interpreta, tudo bem que para existir um jogo daqueles, a tecnologia é super avançada, mas pra ele entrar em tais confusões e ainda até salvar o principal... Foi boa a participação dele, até essencial, mas meio irônica kk Mas enfim, apesar disso tudo, apesar do fim ter sido digamos que 'fácil' demais... Eu gostei bastante, fiquei toda animada após assistir, haha. sweet dreeams are made of thiis, who am i to disagree? ♫


Juh:
Sinceramente, achei o filme meio confuso. Não sabia diferenciar o que era video game x vida real. Só fui começar a entender mesmo, quando o Logan Lerman apareceu. Se bem que aí, eu considerei que toda a minha concentração já tinha ido embora, o que piorou. O filme é legal e foi surpreendente ver o aclamado Dexter sendo o vilão dessa vez. Foi uma boa ideia isso de, se a pessoa participa de 30 jogos, fica livre, mas cheguei até a ficar com dó de alguns personagens. O Kable cativa bastante, e achei a esposa dele muito idiota por aceitar essas coisas. Ah, e o jogador dela é ainda mais idiota, por ter aceitado uma proposta dessas. Ah, achei que o filme perdeu uma oportunidade boa de aproveitar a filha dele como um dos motivos para ficar vivo. E teve pouca aparição do Logan, então só por isso não foi um filme extremamente bom.
Em poucas palavras: Não queria viver num mundo onde jogos são reais.


Leeh:
Quando lançaram o desafio, eu realmente não sabia do que se tratava o filme, mas quando li a resenha, me animei um pouco. Contudo o que mais me animou, foi ver os atores. Sério mesmo, hehe. Dexter e Percy Jackson, quem quer mais? O começo foi meio confuso pra mim, até eu conseguir me situar, mas quando eu consegui, fiquei maravilhada, e um pouco em choque com o nível da violência do filme. Tipo quando os caras tão lutando e ele quebra o pescoço de um, e, não satisfeito, vira pro outro lado e quebra de novo, tipo!!!
Eu gostei muito, apesar de achar que ficou muito focado só na fuga do Kable e em destruir o Castle, sendo que podiam ter aproveitado um pouco mais a partipação do Simon (Logan), da mulher dele, da filha dele, e do controlador da mulher dele (um cara imensamente grande e gordo, e num nível muito alto de... nojento).
Por serem personagens que poderiam ter sido um pouco mais explorados, acho que pecaram nessa parte, mas de resto, efeitos, a atuação dos atores, e tudo mais, o filme está ótimo! A ideia é maravilhosa, apesar de que eu ficaria com medo se existisse um jogo desse tipo na vida real.
E então a dúvida rola: quem você seria? O controlador, ou o controlado?


Mari: Não participou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário