quarta-feira, 18 de maio de 2011

2012


Autora: Vanessa Bosso
Livro: Skoob
Sinopse:
No dia 21 de dezembro de 2012, Liz estará tentando sobreviver ao fim do mundo em um abrigo antiapocalipse. Thiago e seus amigos estarão lutando contra tsunamis e continentes sendo deslocados pela movimentação do eixo terrestre. Enquanto o mundo acaba, extraterrestres vêm em auxílio dos escolhidos para que uma nova era possa ser iniciada.



Primeiramente, gostaria de agradecer à Vanessa Bosso, por nos ter cedido um exemplar de 2012, um livro que eu estava tão ansiosa para ler. Muito obrigada!
O fim do mundo sempre foi um assunto que eu adoro discutir, além de acabar chegando na conclusão de que ninguém tem uma resposta concreta do que acontecerá. Cada um tem sua teoria, e imaginações de como será. Livros, não são muito diferentes. As pessoas apenas colocam nas histórias, sua própria teoria, explicada com mais detalhes e exemplos.
Neste livro, Liz viaja de intercâmbio para a Inglaterra, lugar de seus sonhos, com grandes planos e objetivos. Entretanto, ela e mais duas amigas (colegas de quarto) passam por situações imprevistas, como um tremor e descobertas de que varias outras cidades estão sofrendo coisas parecidas. Conseguindo fugir com muita dificuldade, elas conseguem voltar para o Brasil, cidade natal delas. Durante meses, permanecem apenas assistindo ao jornal, onde mostra cada vez mais desastres e destruições ao redor do mundo inteiro, pouco a pouco.
Invadindo o escritório de seu pai (que já estava morto), Liz encontra um cofre, onde havia uma carta contando sobre 2012, e suas pesquisas dando o dia exato do fim do mundo. Além de também descobrir que o pai criou um lugar subterraneo, onde ela e sua mãe poderiam se esconder, e escapar dessa destruição.
Já Thiago, junto com dois amigos, partiram para o mar, tentando de alguma forma fugir, apesar de sem grandes esperanças. Thiago e Liz se encontram somente nos sonhos, e lutam o livro inteiro para finalmente se encontrarem pessoalmente, garantindo que são almas gêmeas.
O problema é que... Talvez seja mais por causa da minha opnião ser totalmente contrária, eu achei um pouco exagerado. Eu sinceramente achava que teria mais ação, e emoção. Quando se trata do fim do mundo, acho que não relaciona somente as teorias, e sim como ocorrerá! E isso na história foi pouco retratada. Se fosse eu escrevendo, por exemplo, as maiores partes seriam tudo comentando sobre os terremotos, furacões, tsunamis, vulcões. Wow! Ia ser um desastre imenso, já pensou? Começaria aos poucos, e no fim, tudo junto. Haha, desculpa, mas eu sou o tipo de pessoa que se nada acontecer dia 21 de dezembro de 2012... Vou ficar bem decepcionada.
Mas nesse livro, as coisas quando realmente começaram a acontecer, passaram rápidas demais, além de não entrar em profundos detalhes. E outra coisa... Fala sobre entrar em uma quarta, quinta, sexta dimensão, que as pessoas passaram a ver as auras das outras, se comunicar por pensamento, ver coisas.. Mas não absurdas, e sim boas. Se o mundo está acabando, era pra supostamente coisas ruins acontecerem, não legais.. E ainda mais, anjos e extraterrestres, naves, invadirem o mundo pra resgatar 900 e poucas pessoas, pra transportá-las pra outro lugar, onde depois vão recomeçar a vida no mundo. Desculpa, mas não acredito em nada disso não.
Acho que o mundo realmente vai acabar porque tem muitas coisas ruins acontecendo, e chega uma hora que ele mesmo não aguenta mais. Mas que não será exatamente o fim, só um recomeço, uma nova tentativa.
Mas naves, auras, anjos? Desculpa, mas... Só em livros mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário