quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Atividade Paranormal

Atividade Paranormal. Um filme que me cativou do princípio ao fim.


Lembro que quando lançou o primeiro, foi um estouro, todo mundo queria ver, mas morriam de medo. Enquanto outros, alegavam ter odiado. Como sempre, diversas pessoas com opiniões diferentes. E aqui, irei colocar a resenha de Paranormal Activity 1 e 2, junto de comentários que farei.
So let's go, the evil don't wait



O primeiro eu confesso ter achado meio fraco. Vi três vezes, e de todas as três, a única parte que tive medo, é a que Katie é puxada pela perna pra fora da cama e arrastada pelo corredor. Na última vez, assisti com meus amigos, e o tamanho do sono era tão grande, que acabei dormindo, e só acordei nos créditos. Mas essa parte a gente ignora. A história retrata o casal Katie Featherson e Micah Sloat - por um acaso, eu descobri recentemente, que os atores têm o mesmo nome dos personagens. Exatamente para eles se aprofundarem no caso, e sentirem como se fosse com eles mesmo -, que acabam de se mudar para uma nova casa, e coisas sobrenaturais passam a ocorrer. Mas não é simplesmente, pela casa ser assombrada, ou coisa do tipo. Na realidade, Micah compra uma câmera, com o objetivo de detectar sons ou imagens de acontecimentos paranormais, já que sua namorada diz que há algo acontecendo com ela, que algo a assombra, e não é de hoje. Ao decorrer do filme, sempre á noite, coisas como sons, passos, começam a ser percebidos. Desde marcas de pés no chão, á sombras, e portas fechando-se sozinha violentamente. A câmera de Micah sempre gravava esses momentos marcantes, e ambos assustavam-se no dia seguinte ao ver a gravação. Eu já parei muito pra pensar sobre isso. Tantas coisas, que não podemos imaginar, deve acontecer enquanto estamos dormindo... É realmente aterrorizante. E outro detalhe marcante, é que, se vocês repararem, todas as noites quando acontecia algo, era 3h. Ou então, um horário bem próximo. Acho que todos sabem o que isso significa, não é? É o horário anti cristo, os ponteiros do relógio formam uma cruz invertida. No filme "O exorcismo de Emily Rose", o padre explica, que esse é o horário em que os espiritos, normalmente os mais malvados, tem mais força pois seria um horário totalmente oposto ao de 03:00 da tarde, que representa o horário que Jesus morreu, e o diabo para brincar escolheu a hora oposta, ou seja 3 horas da manhã. Por isso, nesta hora, eles tem permissão para atazanar os seres humanos com gritos e barulhos, assustando-os. Isso é tudo mito, não é nada concreto, mas já ouvi falarem muito sobre isso. Tanto que, admito ter medo de acordar bem ás 3h... Enfim. Eles convidam um medium, para fazer perguntas, e então descobrem que não é um espírito qualquer, e sim um demônio, e que o problema não é a casa. Ele está assombrando Katie, desde a infância, e o que ele quer é ela - não a casa. As partes mais tensas, são as que Katie é, basicamente, possuída, e fica horas parada ao lado da cama, observando o namorado dormir, e então desce as escadas, desaparecendo. O fim me deixou com raiva. Eu esperava algo mais emocionante. Mas isso só porque eu ainda não tinha visto o final alternativo. Após ver ele, e Atividade Paranormal 2, t-u-d-o fez sentido. Atividade Paranormal 2. Eu vi esse filme no cinema com três amigos, o filme mal tinha começado, e eu já estava tremendo de medo. Qual é. Eu posso ter dormido vendo o 1, mas era em casa, pelo computador. Não em uma tela gigante bem na sua cara, com um som absurdamente alto. Tenha dó! SPOILER Eu sinceramente pensei que poderia ser uma outra história, com o mesmo rumo. Demônios perseguindo outra vítima, possuindo-as, o básico. Mas não. A história refere-se à Kristy e Daniel, um casal que recentemente teve um filho, chamado Hunter. Daniel já tinha uma filha adolescente, chamada Ali. Os acontecimentos são em agosto de 2006, antes de Micah morrer, o que ocorreu em setembro/outubro de 2006. A família chega em casa, e se depara com a mesma invadida. Os móveis, todos os cômodos estão revirados, com roupas espalhadas pelos chão, como se estivessem á procura de algo. Entretanto, nada foi roubado - além de um colar, dado de presente por Katie. Katie Featherson. A irmã de Kristy. Foi aí que eu me surpreendi, completamente. Eu entrei quase em pânico quando a vi visitando a irmã. E então todas as peças do quebra-cabeça foram se encaixando, e me deixando cada vez mais surpresa. E essa, essa é a reação que eu sempre espero em filmes. Ser surpreendida. Que supere minhas expectativas. Eles decidem instalar câmeras pela casa, caso haja alguma tentativa de invasão novamente. A empregada chamada Martínez, começa a sentir um clima ruim na casa, como se o mal estivesse presente, então passa a benzer a casa, na intenção de espantar os espíritos ruins que podem futuramente fazer mal à família. Porém, tudo que ela consegue, é ser mandada embora, injustamente. Kristi passa a sentir também que algo está fora do normal. Acontecimentos paranormais se iniciam, e então... Ferrou tudo. Uma das cenas que mais me marcou, foi quando ela estava na cozinha, e todas as portas dos armários, TUDO foi aberto repentinamente. Eu pulei na cadeira, levei um susto enorme... Nunca mais chego perto de cozinhas sozinha viu. Daniel, diferentemente de Kristy e Ali, não se importa com esses fenômenos. Na verdade, ele não liga, não acredita que eles realmente estejam acontecendo. Outra parte que marcou, foi a que Ali está sozinha em casa, só ela e Hunter, e ela convida um amigo, e então eles fazem a famosa brincadeira com o Tabuleiro Ouija. Quando ele vai embora, e ela fica, agora, completamente sozinha, coisas sobrenaturais começam a acontecer, e ela é trancada do lado de fora da casa, impossibilitada de voltar. O bebê fica em risco, e é arrastado do berço. Ok, essa foi a única parte que eu ri, porque foi muito tenso. O bebê ~flutuou~ pelo ar até parar no chão. E depois, como diabos ele voltou pro berço na cena seguinte? O diabo não iria simplesmente botar ele de volta, tipo bobo feliz. Se ele queria tanto o garoto, porque não pegou ele logo de uma vez quando teve essa oportunidade, ao invés de ficar ~brincando de flutuar~ com ele? Porra! Revoltei, desculpa. Foco. A parte realmente mais tensa, é quando Abby, o cachorro deles, vai até a porta do porão, que no caso é aberta sozinha diversas vezes, e começa a latir sem parar, e também é atacado. Daniel e Ali o levam no veterinário, temendo que ele morresse, e Kristy fica sozinha na casa com Hunter. Essa cena é... Simplesmente traumatizante. O que o diabo faz com ela, te juro, eu fiquei realmente assustada. Quando ela é finalmente arrastada pro porão, eu olhei pros meus amigos, e estavam todos com a mesma cara que eu. Boquiaberta, de olhos arregalados, em choque. FIM DO SPOILER Eu, particularmente, realmente gostei de Paranormal Activity 2. Talvez mais pelo fato de não ser somente mais uma história, e sim a continuação. E uma continuação que na verdade, conta o passado, o que ocorreu anteriormente, para que Katie ficasse assim, para que o diabo resolvesse persegui-la. Achei o motivo muito bem pensado, é uma história bem bolada. Imagino o quanto o autor deve ter demorado pra relacionar todos os fatos, até chegar nessa conclusão, e decidir fazer o filme assim, para botar mais suspense ainda. Digo isso, especialmente porque, eu escrevo histórias. Não livros... (ainda, hihi), mas Fanfics. Demoro, mais ou menos, um ano ou mais para ter o conto todo escrito. Eu não gosto de escrever histórias bobas, básicas. Para mim, têm de ser algo inovador, uma história diferente de todas. Eu posso até me basear em algo para tirar inspiração, mas não costumo escrever coisas curtas. Para ter uma história bem feita, que prenda o leitor, precisa ter muita pesquisa aprofundada, para ter juntamente mistério, e suspense. Eu tenho uma história de terror, aliás, só que é dividida em quatro partes. Foi a primeira história que eu escrevi. Estou pensando em digitar uma nova, mas tenho estado sem criatividade. Não consigo pensar em uma história boa o suficiente, infelizmente... Voltando ao assunto principal, já que eu me empolguei ali, eu gostei mais de Atividade Paranormal 2 do que o 1. Acho um filme excelente, e que vale a pena assistir. Não são muitas as cenas de terror que te aterrorizem, mas também as que tem, te botam bastante pavor.
Cuidado, os espíritos estão sempre ao seu lado, muahuahua

4 comentários:

  1. Eu ainda não assisti nem o 1º ): queria assistir os dois. Como já falaram, o primeiro é bem sem-graça mesmo, mas o segundo parece ser o melhor. Acho que vou começar pelo 2º SHAUHASUHASUUHASUSAHU

    ResponderExcluir
  2. Sério que você gostou?
    Eu fiquei com vontade de dormir o filme inteiro, achei horrível. Fora que a única parte decente dura 10 segundos e o filme acaba. x_x
    Eu não vejo o dois nem se me pagarem, sério ç_ç

    ResponderExcluir
  3. o primero deu soninho quando eu vi, mas o segundo tomei altos sustinhos D: menus quando o bebê começa a flutua lah... indo pra ispaçunavi... *momento brisa* foi engraçado hsuauhsauhashusauhassuhahas xD

    ResponderExcluir
  4. Eu assisti os dois no cinema e me assustei bastante. Eu adorei os dois, mais o segundo, eu me assustei mais. Muito bom este post falando sobre o filme.

    ResponderExcluir