sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Nocte

Título: Nocte
Título Original: Nocte
Autora: Courtney Cole
Série: Nocte - #1
Editora: Verus
Ano: 2018
Páginas: 294
Livro: Skoob
Sinopse:
Calla tem dezoito anos e um irmão gêmeo, Finn, que sofre de uma forma grave de esquizofrenia. Ela dedica a vida a ajudá-lo, mas essa existência já difícil se torna quase insuportável com a morte da mãe deles, pela qual ela se sente responsável.
Agora Calla precisa encontrar uma forma de salvar seu irmão sem se perder no processo. Entra Dare DuBray, o cara lindo da casa ao lado. Ele pode ajudar Calla - mas também pode levá-la à perdição...
Com um misto de suspense psicológico e romance, a série Nocte é cheia de mistérios e surpresas que levam o leitor ao desespero na ânsia de descobrir os segredos de seus personagens.

Calla está prestes a entrar para a faculdade. Sair e ficar distante da casa funerária onde morava seria um alívio se não fossem pelos pais terem intenções de mandar Finn, seu irmão gêmeo, para uma faculdade diferente.

Finn é esquizofrênico e bipolar, mas Calla não o enxerga como um louco. Quando medicado, Finn é inteligente, engraçado, divertido, e ela o considera uma pessoa melhor do que ela mesma. Calla sempre fora apegada ao irmão e a primeira a notar quando ele não estava bem. Mas os pais achavam que estava na hora de eles seguirem caminhos separados para assim crescerem e se tornarem independentes.

Ainda resoluta, Calla liga para a mãe afim de implorar mais uma vez para que ela mude de ideia, mas sua mãe está dirigindo e após uma curta conversa ao telefone, Calla escuta um estrondo.

Sua mãe sofrera um acidente e falecera.


Está certo. Todos nós temos pequenos truques que fazemos com as nossas mentes para tornar a vida suportável.


Desde então, Calla carrega uma profunda dor e um sentimento de culpa. Apesar de seu próprio sofrimento, ela sabe que precisa ser forte pelo irmão e assim segue sua rotina, levando-o semanalmente para o grupo de terapia.

Enquanto espera por Finn, Calla repara num rapaz. Por vários dias, o encontro se repete até que ele resolve ir falar com ela. Daren é lindo e misterioso. Por um acaso, ele está a procura de um lugar para morar, e Calla oferece a única casa próxima à sua que é propriedade de seu pai e está vaga. Daren aceita, e o que começa com um jogo de perguntas entre eles pra se conhecerem melhor, se torna um amor intenso.


Mas quando eu olho para ele, para a forma como a luz torna seus olhos escuros em âmbar, para a forma como a luz do sol o banha em um brilho dourado e a conexão entre nós chia quente e perigosa, eu sei de uma coisa.
Ele vale a pena a espera.
Apesar dos nossos segredos.
Ou talvez até mesmo por causa deles.


Calla sonha com Daren e todo instante ao seu lado é familiar. Mesmo que ele evidentemente guarde segredos, ela gosta de sua companhia, simpatia e cavalheirismo. Mas Finn parece incomodado, temendo perdê-la, por mais que diga o contrário, e Calla não sabe o que fazer. Quer estar presente para o irmão, mas também quer sua liberdade e ficar com Daren.

Ao meio do luto, confissões assustadoras no diário de Finn e do comportamento suspeito de Daren, Calla se vê perdida, sem saber em quem confiar.



Gente, que loucura!

Esse livro é simplesmente insano e surpreendente. Quando você acha que está enfim entendendo o que aconteceu, a autora vai e te dá uma resposta surreal de arregalar os olhos.

A obra é narrada em primeira pessoa e os capítulos são divididos entre Calla e Finn, sendo a maioria deles narrados por Calla. Sua mente é um redemoinho de questões. Sua preocupação e afeto com Finn são palpáveis e é bonito ver a relação deles, apesar de haver uma certa dependência compreensível da parte de Finn.


Essa história é dark?
Sim
Ela é confusa?
Às vezes.
Ela vai te dar um tapa na cara?
Absolutamente.


Finn, por sua vez, adora usar palavras em latim e contar fatos curiosos e estranhos. Os capítulos pertencentes a ele são curtos e sombrios. Seus pensamentos são acelerados, embolados e perigosos, preenchidos pelas trevas. Mas no exterior, ele se mostra uma pessoa calma e engraçada enquanto tenta calar as vozes em sua cabeça.

Daren é uma grande incógnita durante a maior parte da história. Seus sentimentos por Calla são claros e críveis, mas seu passado e os segredos que o rodeiam deixam o leitor curioso e roendo as unhas até as últimas páginas, e ainda assim nem tudo é revelado.

Calla é um pouco confusa, mas digamos que isso faz sentido. A morte de sua mãe é recente e a culpa a corrói com frequência. Os únicos momentos em que encontra paz é com Daren, e admito que a taradez toda dela me incomodou, viu.


Hoje, as vozes soam reais, embora eu saiba que elas não são. Elas não são a minha voz, elas são apenas disfarces, uma máscara assustadora, impostora. Elas não são reais.
Minha voz é real.
Essas vozes não são.
Mas está ficando cada vez mais difícil distringui-las.


Nocte é o primeiro volume de uma trilogia e o final é aberto, dando um enorme gatilho para a continuação. Apenas esse volume foi publicado no Brasil até agora pela editora Verus.

É uma tarefa bem difícil falar desse livro sem soltar spoilers. A complexidade da trama vai muito além do que a premissa mostra. Calla percorre um caminho obscuro entre seu próprio sofrimento, dúvidas e os segredos de seu irmão e de Daren. Calla começa a se questionar sobre o que é real e somos levados juntos na loucura. Não importa quantas teorias você crie, a resposta é chocante e também esclarecedora.

A escrita da autora é magnífica, instiga o leitor a prosseguir em busca da conclusão e não deixa grandes pistas. Eu estou me remoendo já para conferir a continuação e é isso mesmo que eu vou fazer agora.

Existe um significado para o título do livro e é tão incrível quanto toda a história. Impactante e obscura, Nocte é uma obra que merece ser lida com atenção e que sem dúvidas vai te marcar.

Nota: 5


Sobre mim: Carolina Rodrigues, 23 anos, biomédica e autora do livro O Poder da Vingança. Adora dançar e ir pra praia, mas o que a faz realmente feliz é poder passar um dia inteiro lendo, vendo séries, escrevendo histórias ou ouvindo música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário