quinta-feira, 14 de junho de 2018

Games #2 - I Am Innocent

Olá, galerinha!

Essa coluna não vai ser uma muito atualizada, admito. Jogo menos do que eu gostaria, e apesar de eu ter um Xbox, acabo gastando meu dinheiro mais com livros e com comida (lógico) do que com jogos.

Tenho uma amiga que é a responsável pelos meus três maiores vícios: McFly, fanfics (hoje já não tanto) e livros. Essa mesma amiga me mostrou esses dias um jogo super legal que só de ela explicar como era eu já sabia que ia gostar.



I Am Innocent é um jogo interativo no qual você é o protagonista. Você tem acesso ao celular do personagem, e se conecta à um chat semelhante ao Whatsapp. Lá, você recebe mensagens de sua ex-namorada, do seu pai, de um amigo, de um sequestrador, e de sua vítima.

Isso mesmo!

A vítima entra em contato com você e diz que o sequestrador lhe deu o seu número, e que somente você tem o poder em mãos de salvá-lo.


Olha que loucura! Uma pessoa completamente aleatória pedindo socorro por SMS e só você pode decidir o que fazer! Seria uma pegadinha? Um trote?

Bom, essas dúvidas logo são sanadas quando o próprio sequestrador te manda uma mensagem. Ele repete e confirma a sentença da vítima, e aos poucos, lhe conta um pouco mais sobre a pessoa algemada: É Erwin Finch, um assassino que fora solto há pouco tempo. O sequestrador, então, passa do vilão para o mocinho. Ele quer fazer justiça e não aceita que um assassino esteja andando livremente pelas ruas.



Sabendo disso, você o salvaria? E afinal de contas, o quanto dessa história toda é verdade e não apenas uma invenção do sequestrador?

Você, no comando, tem opções do que responder para qualquer um de seus contatos durante a conversa. De acordo com a fala que você escolher, o relacionamento entre você e a pessoa vai melhorar ou piorar, de forma que o desenrolar do mistério pode levar a diversos caminhos, dependendo da sua versão.



Para não ficar no escuro, você possui um amigo denominado Ghost que o ajuda com a investigação, lhe dando informações secretas a respeito de Erwin. Só que para isso, você precisa encontrar senhas e códigos que lhe dão acesso para tal.



Assim, para avançar na história, temos que enfrentar fases num jogo que muda de grau de dificuldade. O jogo é simples, como aqueles de encaixe ou até mesmo o famoso Candy Crush, combinando cores e ordens que nos levam à pontuações. Em cada fase podemos ganhar até três estrelas, e junto disso vem dinheiro/crédito que você possa usar no próprio jogo, além das vidas. Temos 5 vidas representado pelo formato de um coração, e quando os corações acabam, temos que esperar 20 minutos para poder jogar novamente.

Ainda estou na fase 23, enquanto minha amiga está na 50, e pelo jeito a história vai ficando cada vez mais empolgante! O fato de estarmos interagindo com os contatos faz tudo parecer incrivelmente real. Também dá pra clicar nos detalhes de cada personagem e saber um pouco mais sobre eles ou sua relação com “você”.



O jogo de detetive está disponível no Play Store, é gratuito, conta com imagens, documentos, hack, chamadas de telefone, e é sensacional!


Sobre mim: Carolina Rodrigues, 23 anos, biomédica e autora do livro O Poder da Vingança. Adora dançar e ir pra praia, mas o que a faz realmente feliz é poder passar um dia inteiro lendo, vendo séries, escrevendo histórias ou ouvindo música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário