terça-feira, 27 de março de 2018

O Poder da Vingança - resenhas

Título: O Poder da Vingança
Autora: Carol Antonucci
Editora: Maresia
Ano: 2017
Páginas: 530
Livro: Skoob
Sinopse:
Rebecca Morelli é filha da estilista mais famosa da cidade. Ela tem os melhores amigos que poderia imaginar e carrega o esplêndido talento de modelar os vestidos para os desfiles da mãe. Mas como resultado de toda fama, sua vida perfeita é apenas uma fachada. Um acidente fez com que a relação com sua família se tornasse um pesadelo. As noites em casa viraram um caos, repletas de pavor e gritos.
Em pouco tempo, Rebecca descobre segredos envolvendo seus pais, sua amiga que não via há anos e, principalmente, Daniel Palacci, um rapaz sarcástico e misterioso. Becky então se vê no meio de uma rede de mentiras, traições, assassinatos e perseguições.
Sem saber com quem contar, Becky se encontra num dilema: Confiar ou não em Danny, que aparentemente é o único capaz de salvá-la, mas ao mesmo tempo o principal a levá-la para uma armadilha. Seria o amor capaz de arrancá-la das garras do mal, ou introduzi-la cada vez mais nesse mundo onde não existem escapatórias?

Olá, dragões!

Hoje venho postar duas resenhas escritas por duas pessoas muito importantes pra mim. A primeira é a minha mãe, Viviane, a maior encorajadora que me incentivou com a publicação desde o início, e jamais deixou de acreditar em mim e na minha escrita. Só a deixei ler O Poder da Vingança quando o livro físico já estava em suas mãos, e mesmo sem que eu pedisse, ela escreveu uma resenha e pediu toda feliz que eu postasse no blog. A resenha é curta, mas já dá pra perceber de quem herdei o dom da escrita!

E a segunda pessoa é o Léo, que já resenhou na coluna de Filmes, e com quem passei praticamente uma hora inteira falando sobre o livro depois de ele ter finalizado a leitura. Sabe aquele tipo de pessoa que quando sai da sala do cinema fica filosofando com você sobre a história toda? Pois então, são as melhores.

Mãe: Fiquei durante anos esperando chegar o dia que finalmente minha filha me deixaria ler sua história. E esse dia chegou da melhor maneira possível, com a realização de um sonho que parecia impossível: Ver sua história editada! Finalmente um livro! A emoção é indescritível!

Logo comecei a ler e a cada página fui me envolvendo cada vez mais na vida de cada personagem, em especial Danny e Rebecca.

À principio Danny parecia ser um jovem como muitos da sua idade...bonito, atraente, sedutor e enigmático. Mas com o passar dos acontecimentos se descobre que há algo muito maior, algo mais assustador em sua personalidade....

O que realmente ele esconde? Porque todos à sua volta conseguem, com o tempo, enxergar que algo está errado, menos Rebecca? Confesso que em alguns momentos também fiquei "balançada", em dúvida se Danny é mocinho ou bandido.

E o que dizer da Rebecca? Uma menina frágil, cheia de frustrações e extremamente carente, apesar de todo amor que recebe de seus fieis amigos: alvo fácil para qualquer sedutor.

No decorrer dos acontecimentos, houve momentos em que tive vontade de dar colinho, ampará-la e em outros minha vontade foi de trancá-la num quarto  e protegê-la do mundo traiçoeiro em que ela estava vivendo, e do drama de se ver ligada ao seu algoz pelo resto de suas vidas.

A raiva que foi crescendo em relação ao Danny, não diminui quando tudo veio à tona e o leitor pôde conhecer seus sofrimentos, seus dramas.

E fica a pergunta no ar: Será que a vingança vale a pena? Será que o amor supera todas as mágoas?

São 530 páginas que te prende e te faz refletir sobre como uma atitude  pode transformar toda uma vida....para o bem ou para o mal.


Léo: Carol Antonucci nos presenteia com o livro “O poder da vingança” com grande mistério e passagens de pura adrenalina.

Sob a perspectiva da jovem Rebecca, seu gosto musical nos proporciona lembranças da adolescência, principalmente para os jovens que nasceram na década de 90, onde a primeira obra da escritora nos leva a reconhecer canções que escutávamos. Durante o percorrer das páginas, imaginamos o fato que ocasionou o sentimento de vingança, e com diálogos leves e descontraídos, o círculo de amizade de Rebecca consegue descrever exatamente o relacionamento entre jovens. Curtição, músicas, livros e filmes, além da imaturidade e insegurança vivenciadas pela falta de experiência, que diversas vezes são abordadas na obra.

É claro que tem de haver um romance né? O despertar da paixão e as incidências de acontecimentos faz o livro ter um toque de docilidade e sutileza, mesmo se tratando de um suspense em que queremos saber cada vez mais o futuro de nossos queridos, alguns nem tanto, personagens.

Os pais de Rebecca adquirem distanciamento da menina, e como em todo ambiente familiar onde os problemas são incidentes, não é nada diferente na casa da grande estilista e mãe de Rebecca. Questões de autoritarismo têm forte presença em determinados atos, o que coloca sempre barreiras no desenvolvimento psicológico dos que estão acatando ordens.

Intrigas e desavenças são o que mais chama a atenção, as brigas rotineiras se tornam palco de excelentes discussões, com respostas e afrontas à altura das provocações e ofensas. Um destaque pessoal do livro é que mesmo com uma abordagem da criminalidade e melindre, falta uma pitada de gírias, fazendo o leitor clamar por uma linguagem mais realística, mas mesmo assim, a falta de um palavrão ou outro não afeta o desenrolar da história.

O diferencial é a oportunidade que Carol nos oferece, de analisarmos mais de um ponto de vista, um acontecimento visualizado por duas pessoas não será descrito da mesma maneira por ambas entidades. Podemos, assim, entender as decisões tomadas, trazendo um sentimento de compassividade para com o “errado” da história.

Um mix de amor e raiva vai consumindo ao avançar da história, em determinado momento você fica próximo de estar na pele de Rebecca, fazendo os questionamentos: Será que devo confiar? Quem realmente está ao meu favor?

Quando vivenciamos os acontecimentos durante a leitura, queremos explicações, o porquê das ações, e nisso Antonucci consegue saciar nossa sede de esclarecimentos.

A leitura flui e cativa, um desfecho estonteante com um enorme gancho para inúmeras possibilidades, implicando no desejo de uma continuação.


Sobre mim: Carolina Rodrigues, 22 anos, biomédica e autora do livro O Poder da Vingança. Adora dançar e ir pra praia, mas o que a faz realmente feliz é poder passar um dia inteiro lendo, vendo séries, escrevendo histórias ou ouvindo música.

Sobre mim: Leonardo Inocencio, 20, estudante de Ciências Biológicas. Amante de literatura nacional e estrangeira, além de curtir filmes e séries de terror, aventura, ficção científica, drama, e se tiver um toque de humor crítico e ácido melhor ainda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário