quarta-feira, 13 de setembro de 2017

O Poder da Vingança - Quotes + Parcerias


Helou, dragons!!

Como foram de feriado? Se divertiram bastante?

Eu curti bastante a família e também aproveitei para vender o meu livrinho! Além disso, fiz parceria com quatro blogs sensacionais que certamente vocês conhecem.

Mas antes de mostrar quais foram, quero relembrá-los que tenho apenas 2 meses para vender os livros e que as unidades são limitadas. Tenho apenas 27 exemplares em estoque, galera!! Quem tiver interesse em comprar (o que eu agradeceria muuito) é bom correr logo!


Site Editora Maresia - compre o livro aqui!


Os blogs no qual fiz parceria como autora foram:


Prefácio - divulgação + resenha (primeira resenha da obra!!)


Canto Cultzíneo - divulgação




Joaninha Literária - divulgação

Querem conhecer mais um pouco da história? Vou mostrar a vocês alguns quotes que eu particularmente gosto muito, mas que como infelizmente são grandinhos, não consegui colocar nas imagens.

- Talvez minha resposta possa depender da sua.
- O que você quer dizer com isso, minha pequena? – provocou Danny, proferindo as duas últimas palavras com um toque carinhoso e envolvente. – E se eu disser que cem por cento do meu interesse nessa festa está relacionado a uma única pessoa, qual seria a sua resposta?
- Eu insistiria em saber quem é essa pessoa – retruquei.
- Eu diria que é a única que tem dominado os meus pensamentos nas últimas semanas. A única que tem feito o meu coração bater descontrolado toda vez em que a vejo. A única que tem o poder de me enlouquecer com poucas palavras. A única que tem me preenchido com uma felicidade que eu duvidava ser possível existir. E, acima de tudo, a única que eu chamo de minha pequena. – disse Danny lentamente, como se estivesse recitando um poema. Havia um profundo envolvimento em suas doces palavras que fez meu corpo estremecer. Meu estômago estava uma bagunça completa, inquieto e com movimentos aparentemente intermináveis. – Então qual seria a sua resposta, minha pequena?


- Tudo bem – ele disse. – Roubei o seu terno. Mas você roubou algo maior de mim naquela noite.
- Roubei?
Ele assentiu, colocando uma mecha de cabelo meu atrás da orelha.
- Você roubou a minha raiva. Roubou a minha indecência, o meu orgulho, os meus pecados. Você me fez querer ser alguém melhor. Me fez querer ser bom para você. Eu não tenho passado, não tenho defeitos quando estou com você. Só tenho o agora, minha pequena. Você roubou tudo o que há de ruim em mim. Você me roubou todo para você.

Eu estava prestes a correr até que de repente uma mão pesada e quente cobriu minha boca, impedindo meu grito de sair, enquanto a outra segurou meus braços junto do corpo, sem poder me locomover.
Estava tudo perdido.

Quantos segredos uma família poderia ter antes de ser despedaçada?


Gostou? Então corre lá no site da editora maresia! 

Nenhum comentário:

Postar um comentário