quinta-feira, 21 de abril de 2016

A Profecia do Paladino

Título: A Profecia do Paladino
Título Original: The Paladin Prophecy.
Autora: Mark Frost
Série: A Profecia do Paladino - #1
Editora: Galera Record
Ano: 2016
Páginas: 420
Livro: Skoob
Sinopse:
Will West faz de tudo para não chamar a atenção. A pedido dos pais, ele se esforça para tirar notas medíocres e não se destacar. Mas quando sua escola o obriga a fazer uma prova de desempenho geral, ele acaba se esquecendo de errar algumas respostas. Seu resultado espetacular atrai o interesse de uma das escolas particulares mais exclusivas do país, que o procura para oferecer uma bolsa de estudos. No entanto, assim que recebe essa oferta, começa a ser seguido por homens misteriosos e sedãs pretos. Ao tentar escapar de perseguidores, seus pais desaparecem e Will acaba se matriculando às pressas no misterioso colégio. Chegando à sua nova escola, ele percebe possuir talentos físicos e mentais que beiram o impossível e descobre que suas habilidades estão conectadas a uma batalha milenar entre forças épicas.

Em mais um dia como outro qualquer, Will acorda, conversa com a sua mãe e vai para a escola. No caminho, ele sente que está sendo seguido e dispara numa corrida até alcançar seu time de cross-country. Não seria nada suspeito se Will não tivesse percorrido uma extensão tão grande em pouquíssimos minutos.

Embora já tivesse conhecimento a respeito da sua velocidade, seus pais pediam para que ele a escondesse, fosse discreto. Que se misturasse e não se sobressaísse aos demais.

Mas Will falhou. Em uma prova, faltando 20 minutos para acabar, ele a gabaritou sem nem mesmo se esforçar. Isso chamou a atenção de uma escola particular, que após investigar seu histórico, o convidou para fazer parte daquele colégio.

Sua mãe concordou, animada e orgulhosa do filho.

Aquilo estava errado.

Sua mãe não diria isso. Ela o arrastaria e fugiria para outra cidade, como haviam feito até então.

E após a mensagem de seu pai no celular, Will ficou alarmado.

Ela dizia: “Corra, Will”.

E ele obedeceu.

Sua própria casa estava rodeada por homens de boinas pretas. O carro estacionado na rua era o mesmo que o perseguira mais cedo. Sua mãe tinha uma marca vermelha no pescoço, confirmando suas suspeitas: aquela não era ela.

Sob o desespero, Will liga para Robbins, a mulher da agência escolar, e diz que aceita com uma condição: se lhe arranjarem uma passagem imediatamente.

E ela aceita. No avião, Will é atacado novamente e salvo por um homem que vem a se apresentar como Dave. Ele é forte e parece conhecer os monstros que estão o caçando, o que indica que Dave não é normal. Isso e o fato de desaparecer e surgir em sua frente quando bem quiser. Dave também lhe deu óculos que permitem enxergar os monstros, enxergar o mundo muito além do que temos consciência. Enxergar o Não-Foi.

Ao chegar na escola, Will é colocado numa residência junto de Brooke, Nick, Ajay e Elise, quatro adolescentes que Will vai descobrir precisar confiar neles, logo ele que foi criado para não confiar em absolutamente ninguém.



O – Que – É – Esse – Livro!!!????

Maravilhoso, to apaixonada! Favoritei simm. Esse livro tem a mesma pegada que Percy Jackson, Cidade dos Ossos e Não Pare!, onde os personagens vivem mudando de cidade, fugindo de algo que nem eles mesmos sabem o que é, e seus pais os protegendo. É puxado mais para PJ, na verdade. Não temos mitologia envolvida, mas uma outra história épica grande envolvida por trás.

Will é o nosso protagonista incrível. Mesmo com toda turbulência repentina em sua vida, ele não desanima uma vez só. Sabe que precisa lutar para recuperar seus pais e descobrir o que querem com ele. Além disso, e o mais importante, Will é maduro. Sabe a hora de brincar e a hora de colocar o cérebro para funcionar. Ele aprende a lidar com seus poderes, a linha tênue entre o perigoso e o válido a arriscar. Não é nenhum poder de super-herói, por favor, mas é igualmente extraordinário e fiel à lenda.

Junto de seus amigos, eles arquitetam planos e se aventuram por uma imensidão desconhecia. E que amigos, viu!! Personagens únicos, leais, corajosos, completamente amáveis. Ajay é o gênio, Brooke a certinha responsável, Nick o louco desvairado, e Elise a falsa birrenta. E Dave, meu Daave! Ele é demais, queria um livro todo só pra ele! Não vou me estender nele, vocês vão ter que ler essa obra prima de qualquer forma mesmo pra descobrir!

A escrita do Mark (roteirista de Quarteto Fantástico) é leve, temos toques de humor (ri muito com algumas passagens) e explicações plausíveis, temos cenários empolgantes e tenebrosos, e um mistério de tirar o fôlego.

Fiquei dividida entre desejar chegar na ultima pagina logo ou prolongar o máximo possível na leitura pra não acabar nunca. A idéia estruturada por Mark é original e diferente, mal posso esperar pelo próximo volume para conhecer mais sobre os Paladinos!


Nota: 5

Sobre mim: Carolina Rodrigues, 20 anos, mora em Santos e cursa faculdade de Biomedicina. Adora dançar e ir pra praia, mas o que a faz realmente feliz é poder passar um dia inteiro lendo, vendo séries, escrevendo histórias ou ouvindo música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário