domingo, 28 de junho de 2015

Escola Noturna - O Legado

Nome: Escola Noturna – O Legado
Título Original: Night School Legacy
Autora: C. J. Daugherty
Série: Escola Noturna - #2
Editora: Suma de Letras
Livro: Skoob
Sinopse:
No último ano, Allie Sheridan viu sua família se dissolver e foi presa três vezes. Ir para um colégio interno parecia um pesadelo, mas a Academia Cimmeria acabou se tornando um lar. No entanto, os salões da escola eram mais perigosos do que Allie poderia imaginar.
Um grupo misterioso está disposto a destruir a Escola Noturna. Agora, os estudantes correm perigos que ainda não compreendem. E, para piorar, a família de Allie — especialmente sua poderosa avó e seu irmão desaparecido — está bem no meio de tudo isso.

Esse livro foi uma surpresa. Como li o primeiro volume há um tempo, a princípio fiquei levemente perdida, tentando me situar na história. E a autora logo no início teve um ponto positivo, pois dá uma recapitulada no que ocorreu de importante, então logo as peças foram se encaixando. Vocês podem conferir a resenha do primeiro volume clicando aqui.

Após os eventos que desestruturaram a escola, Allie voltou para casa cercada de seguranças, e quando mesmo assim ela acaba sendo seguida e salva graças ao pai de Rachel, ela percebe que seu lugar é em Cimmeria, onde se sente realmente protegida, apesar de tudo. Infelizmente, após o incêndio, maior parte do lugar está caindo aos pedaços, então Allie e seus amigos que permaneceram na escola durante as férias são incumbidos de ajudar na reconstrução. E é assim que retornamos ao mundo de Allie.

Uma das coisas que mais admirei nesse livro é a presença marcante dos amigos. Todos eles, sem tirar nem por, estão em algum momento ao lado de Allie, deixando o desenrolar mais leve e divertido. Rachel é aquela melhor amiga que todos queríamos ter, sempre disposta a dar conselhos e apontar os erros. Jo parece bem, até mais do que Allie esperava após tudo que Gabe, o namorado dela, aprontou com a escola. E ainda tem Zoe, sua parceira de lutas, já que Isabelle, a diretora, permitiu a entrada de Allie na Escola Noturna para poder aprender a se defender.

- Sei que fiz uma coisa ruim. Uma coisa idiota. Mas as pessoas mudam, Allie. – A voz dele estava apaixonada, quase desesperada. – As pessoas aprendem. Se não aprendessem, qual seria o sentido disso? – Ele indicou com o braço o prédio da escola, que eles conseguiam ver em meio às árvores. – Qual seria o sentido da vida?

E temos nosso triângulo amoroso. Sempre achei Carter, o namorado de Allie, um ótimo personagem. Ele sabia direitinho como envolver nosso coração e acalmá-lo. Mas... Eu não sei o que diabos aconteceu com ele nesse volume. Ele morre de ciúmes de Sylvain, obriga Allie a se afastar dele, passa até mesmo a perder confiança nela, e essa junção de decorrências afeta bastante a relação deles. Mesmo porque, será que Allie não sente nadica de nada por Sylvain, que embora tenha cometido erros, vem tentando de tudo pra consertar isso?

E sabe o pior? Eu odiava o Sylvain, sempre que ele aparecia eu já queria pular a cena, mas nesse volume ele mudou tanto que passou de aturável pra realmente fofo.

Mas Cimmeria não está completamente em paz ainda. Mesmo com uma segurança forte ao redor da escola, o perigo que ela corre é evidente. E ainda por cima, descobriram que existe alguém lá dentro que passa as informações para Nathaniel, mas quem seria capaz de tamanha traição? Quem desejaria tanto Isabelle fora do poder?

Embora tenha sido um volume bom, ele não traz grandes revelações. Não tem muita ação, mesmo ela estando treinando na Escola Noturna, e se resume mais a intrigas que Allie arranja com seus dois amores, Katie, o segredo por trás de quem é sua avó e, bom, qualquer um que resolva importuná-la. Nesse sentido eu esperava um pouco mais de ameaça real ao invés de só especulações, mas ainda assim não desaponta, a história consegue nos envolver com facilidade e levar até o final atiçando a curiosidade.

- A vida é cheia de mágoa, e é bom você já se acostumar com isso agora, Allie. Não acaba. Só se acumula. Como a neve. – Ela olhou para a janela. – Você só aprende a lidar melhor com a mágoa.

Só um comentário pra finalizar, essas capas novas ficaram esplêndidas! Eu adorei, combinou muito mais *-*

Nota: 5

Sobre mim: Carolina Rodrigues, 20 anos, mora em Santos e cursa faculdade de Biomedicina. Adora dançar e ir pra praia, mas o que a faz realmente feliz é poder passar um dia inteiro lendo, vendo séries, escrevendo histórias ou ouvindo música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário