domingo, 21 de dezembro de 2014

Escola Noturna


Nome: Escola Noturna
Título Original: Night School
Autora: C. J. Daugherty
Série: Escola Noturna - #1
Editora: Suma das Letras
Livro: Skoob
Sinopse:
Quando todos estão mentindo em quem voce confia? Quando a adolescente problemática Allie Sheridan vai presa de novo, seus pais decidem que já estão fartos. Assim, ela é despachada para a Academia Cimmeria, um colégio interno bem distante dos seus amigos londrinos. A academia é uma bela construção, cheia de adolescentes lindos e milionários do tipo que viaja de jatinho, foi criado pela babá e só faz compras nos endereços mais exclusivos.
Em Escola Noturna, primeiro volume de uma trilogia, Allie faz novas amizades e conhece Carter, um rapaz solitário com quem ela sente uma conexão imediata.
Só que seus colegas, e talvez até alguns dos professores, estão protegendo um segredo sombrio. Quando o perigo começa a rondar os muros da escola e a violência se torna realidade, Allie terá que decidir em quem confiar, se quiser descobrir o que está acontecendo.

Sendo sincera, pela capa eu não dou nada por esse livro. Pra começar, nem tinha me interessado muito, mas justamente quando minhas provas começaram eu resolvi dar uma chance pra ele, porque né, qualquer coisa pra escapar dos estudos. E não é que foi uma boa arriscada, no final?

A história já começa com Allie se encrencando e sendo entregue aos seus pais pela polícia. De primeira impressão, Allie é apenas mais uma daquelas garotas que só quer aproveitar a adolescência e aprontar todas, mas ela não era assim, ao menos não até o desaparecimento de seu irmão, Christopher, que a tirou totalmente dos trilhos. Seus pais, sem saberem mais o que fazer, a mandam pra um colégio longe de tudo e de todos, um lugar que nem mesmo Allie sabe onde foi acabar parando, além de não ser permitido nenhum tipo de tecnologia lá, como celular ou computadores. Seus pais falaram que haviam a mandado pra um colégio especial para garotas como ela, de encrenqueiros, mas a realidade com que Allie se depara é muito diferente. O termo especial, na verdade, é porque todos naquele colégio são altamente inteligentes, e todos tem um legado, ou seja, antepassados que estudaram no mesmo colégio. Mas ninguém da família de Allie estudou lá antes. Então o que diabos ela estava fazendo ali?

No seu novo colégio, a Academia Cimmeria, Allie logo faz amizade com Jo e os colegas dela, Sylvain, aquele tipo de garoto que todas querem mas que ele resolve dar atenção justamente pra ela, e cria também inimizades, como Katie, que morre de inveja dela, e Carter, que, bem... Eu diria que eles são mais "entre tapas e beijos" do que inimigos haha. Allie achava que ia ficar deslocada naquele lugar, e que sua vida seria um inferno, mas com o tempo, ela conseguiu exatamente o oposto: Ser feliz. Mas como dizem, felicidade de pobre dura pouco, e Allie vai descobrindo que o colégio esconde muito mais mistérios do que ela podia imaginar, e pra piorar a situação, seus próprios amigos mentem ou se recusam a lhe contar o que está acontecendo, alertando-a somente de que está correndo perigo. Em quem confiar? E, acima de tudo, quem estaria planejando lhe fazer algum mal, e porquê?

A história é muito boa, e a escrita da autora contribui muito pra isso. A única coisa que me incomodou ~bastante~ foi o tanto de "tá" e "tôu" que eles repetiam. Gente... Qual a necessidade de usar palavreado do dia a dia, quando se pode usar uma linguagem mais formal, e que se adapta mil vezes melhor em livros? Não sei se isso foi devido à própria autora ou á tradução, mas só esse pequeno detalhe fazia determinadas frases perderem a emoção. E embora a história seja boa, a autora fez tanto mistério envolta da Escola Noturna, e dos segredos, que eu estava esperando por uma grande revelação, mas no final não encontrei nada de surpreendente, portanto seu potencial poderia ter sido aproveitado de forma bem melhor. Mas quanto aos personagens, eu adorei como foram descritos. Cada um encantando, ou dando raiva, da própria maneira. E pelo amor, que inferno aquele Sylvain! Me dava nos nervos só de ler o nome dele UHAHAHA Prefiro mil vezes mais o Carter s2

Nota: 4

Sobre mim: Carolina Rodrigues, 19 anos, mora em Santos e cursa faculdade de Biomedicina. Adora dançar e ir pra praia, mas o que a faz realmente feliz é poder passar um dia inteiro lendo, vendo séries, escrevendo histórias ou ouvindo música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário