sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Dark Life: Vida Abissal


Nome: Dark Life: Vida Abissal
Título Original: Dark Life
Autor: Kat Falls
Editora: Ciranda de Letras
Páginas: 276
Livro: Skoob | Orelha de Livro
Sinopse:
"O oceano teve seu nível elevado, engolindo as terras". Terremotos chacoalham os continentes, mergulham regiões inteiras sob as águas. Agora, as pessoas vivem espremidas em cidades de habitações empilhadas. Os únicos que têm algum espaço próprio são aqueles que habitam o solo marinho, na Vida Abissal. Ty durante toda sua vida esteve sob o mar profundo, ajudando na fazenda de sua família no solo oceânico. Mas, quando bandidos atacam seus vizinhos, Ty se vê em meio a uma luta para salvar o único lar que conheceu. Em parceria com Gemma, uma garota da superfície que veio para o mundo submarino para procurar por seu irmão, Ty se aventura pelas fronteiras do submundo e descobre segredos que podem ameaçar a vida submarina... segredos que podem destruir tudo.


Ty é um jovem prestes a fazer 16 anos, de uma família de Pioneiros - ou seja, as primeiras pessoas que foram morar no mar, quando os oceanos começaram a inundar tudo e deixar apenas poucos espaços de terra sob a superfície. E, mais do que isso, Ty foi o primeiro a nascer em baixo do mar, ou seja, ele nunca morou na superfície e está completamente acostumado à sua vida marinha.

Dark Life chega bem próximo de uma distopia: um governo controlador e um mundo caótico, onde a população é divida entre topeiros, os que ainda resistem e vivem em apertados apartamentos em terra firme, e os abissais, que vivem no Território Bêntico, debaixo d'água.

Kat nos apresenta a vida de Ty, que está empolgado para o seu aniversário de 16 anos para ganhar seu próprio território abissal. Ele é tímido, inteligente e corajoso, menos quando se trata de Gemma e Dons Abissais: dois temas que deixam nosso personagem um tanto cabeça dura e chato de lidar.

Gemma é uma topeira que se encontra com Ty de maneira inusitada, enquanto procura por seu irmão perdido no Território Bêntico. Ela é bastante destemida no mar, para uma topeira, e logo se envolve em aventuras com Ty, que está atrás da Gangue Calamar, a qual vêm aterrorizando toda sua vizinhança com roubos e saqueamentos.

Antes que possamos perceber, Dark Life nos suga para uma vida Abissal semi-distópica, com muitas aventuras e muitos mistérios a serem desbravados. Fico chateada de que o Dom Abissal não foi lá tão explorado nesse livro (sim, é uma série!), pois foi algo que gostei muito. De qualquer maneira, quando comprei o livro, não esperava que fosse o que foi.

O mundo criado por Kat é algo genial: casas parecidas com animais marinhos, com todo um sistema de iluminação, irrigação e oxigenação - porque sim, os Abissais ainda são pessoas, nada de barbatanas. E a maneira como o livro vai de um lado a outro, quando você finalmente acha que estava desvendando algo, nos deixa sem ter vontade de largar um segundo apenas.

Mesmo sendo um tanto quanto curto, me surpreendeu demais. Como disse antes, Ty apenas fica bobo demais quando se trata de Gemma (ele é um cabeça dura, sério) e cético-chato quando se trata do Dom Abissal.

O livro é de uma edição estilo paperback, sem orelhas e tudo mais, mas as páginas são brancas e estilo página de revista boa (aquelas mais durinhas, que lembram plástico. Nada de folha-jornal, não). E a capa, pra quem acha que água-viva é um tópico importante, na verdade representa as casas dos Abissais, que imitam animais. Genial, não?

Sei que posso ter falado pouco da história em si, mas faz um bom tempo que li o livro, e também por ter muita reviravolta e coisa que vamos descobrindo aos poucos com os personagens, o que vale é ficar no básico. Mas é um livro que vale a pena e realmente precisava de um pouco mais de divulgação!

Li por aí, também, que a Disney teria comprado os direitos para fazer um filme, mas até agora nada... Quem sabe com isso o livro não dá uma pipocada aqui pelo Brasil? Porque eu só vi um site vendendo o segundo livro da série, e tá uma facada só!

Nota: 4



Sobre mim: Letícia Proença (Leeh), 20 anos, estudante de Medicina Veterinária em Botucatu, até hoje não sabe como leva a graduação e a paixão por sites e livros lado a lado. Canceriana louca, gostaria de saber como aumentar as horas do dia para poder fazer tudo o que gosta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário