segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Álbum de Casamento

Nome: Álbum de Casamento
Título Original: Vision in White
Autora: Nora Roberts
Série: Quarteto de Noivas
Editora: Arqueiro
Livro: Skoob | Orelha de Livro
Sinopse:
Quando crianças, as amigas Parker, Emma, Laurel e Mac adoravam fazer casamentos de mentirinha no jardim. E elas pensavam em todos os detalhes. Depois de anos dessa brincadeira, não é de surpreender que tenham fundado a Votos, uma empresa de organização de casamentos bem-sucedida. Mas, apesar de planejar e tornar real o dia perfeito para tantos casais, nenhuma delas teve no amor a mesma sorte que tem nos negócios. Até agora.

Já comentei aqui antes que fui viciada nos livros da Nora Roberts logo quando comecei a gostar de ler, por volta dos meus 13 anos. Fui conferir no meu goodreads e eu já li 23 livros dela, sem contar a série mortal (aí soma mais 45 lol); apesar disso, fazia uns dois anos que eu não lia nada dela exceto a série mortal, que, por ter um estilo diferente dos outros livros, não conta muito. O motivo principal é que simplesmente não fazem muito meu estilo, além de serem bastante previsíveis: casal branco, cis-heterossexual, de classe média ou alta, em seus 20 e tantos/30 e poucos anos se apaixonam, algo acontece que os impede de ficar juntos, normalmente alguma informação pessoal de um deles relacionada ao seu passado, eles superam isso e vivem felizes para sempre.
Clássico.
Hoje em dia se eu for ler algo desse tipo, prefiro que seja YA, costumam ser mais divertidos.
Isso não quer dizer que eu tenha nada contra esse tipo de livro, só que eu já li o suficiente e não me interessa ficar repetindo. Mesmo assim, quando eu vi que esse livro foi lançado no Brasil, eu não consegui resistir. "Vision in White" foi publicado nos Estados Unidos em 2009, época em que eu anda amava esse tipo de livro, eu lembro que quando foi anunciado que ia ser publicado, eu fiquei super animada com ele e planejava comprar. Infelizmente, naquela época eu não lia livros em inglês ainda e, depois, eu acabei me esquecendo completamente dele. Quatro anos depois, ele finalmente chegou e, quando eu vi a capa e reconheci, precisei comprar. Afinal, vocês viram a capa?? Ela é linda! Eu tenho uma paixão enorme por casamentos. Em outra vida - uma em que eu seja mais organizada e responsável - eu acho que eu era organizadora de casamentos, eu até pensei em fazer isso, antes de perceber que eu não tenho o mínimo dom e ia acabar arruinando o casamento de alguém.
De qualquer forma, vamos direto ao ponto: a história do livro. Eu já sabia o que eu ia encontrar, e Nora não me desapontou ou surpreendeu nem um pouquinho.

Nesse livro - o primeiro de uma série composta de quatro -, acompanhamos Mac, a fotógrafa da companhia de casamento "Votos", composta por ela e suas outras amigas, que reencontra um antigo colega colegial, Carter, que costumava ser secretamente apaixonado por ela, e que está acompanhando a irmã, que vai se casar. Apesar de trabalhar com casamento, Mac não acredita tanto neles assim, afinal seus pais já se divorciaram e casaram diversas vezes. Enquanto tenta lidar com seus sentimentos por Carter, Mac precisa também dar um jeito em sua mãe, que só aparece para lhe extorquir.
E isso é tudo. Quer dizer, todos sabemos onde isso vai dar. Eu sei, eu sei, o que eu estava querendo?

O livro é bastante fofo, principalmente Carter, ele foge um pouco do protagonista típico que eu costumava encontrar dos livros da Nora e isso foi bom, gostei bastante dele! Acho até mesmo que gostei mais dele do que Mac, o que é uma surpresa para mim, que costumo me apegar a personagens femininos com mais facilidade. Não que tivesse algo de errado com Mac, eu só achei a personalidade dela muito superficial, no sentido de que Nora podia ter aprofundado mais algumas situações da vida dela, que foram resolvidas facilmente. Principalmente o final, que achei que ficou muito corrido.

Apesar disso, foi uma leitura fácil, leve, como já era esperado, e acredito que eu vá até ler as continuações. Eu consegui determinar dois pares dos próximos livros só lendo esse, e depois li as sinopses e confirmei minhas suspeitas, mas isso não me incomodou. Esse é o tipo de livro para se ler quando você quer exatamente isso: uma história açucarada e previsível, vai proporcionar alguns sorrisos e "awns", mas logo será esquecida.

Nota: 3

Sobre mim: Flávia Crossetti, 18 anos, carioca. Estudante de Psicologia, leitora compulsiva, viciada em séries, feminista, e escritora de fanfic nos tempos vagos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário