quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Filmes #012

Título Original: Sundays at Tiffany’s
Título Traduzido: Domingos em Tiffany
Ano: 2010
Gênero: Romance
Elenco: Alyssa Milano, Eric Winter
Sinopse: Jane Margaux é uma solitária garotinha. Sua mãe, uma poderosa produtora da Broadway, tem tempo para ela apenas uma vez na semana, durante seus passeios aos domingos para admirar a joalheria Tiffany’s. Jane tem apenas um amigo: um belo, reconfortante e divertido cara chamado Michael. Ele é perfeito. Somente ela pode vê-lo. Entretanto, Michael não pode ficar para sempre. No aniversário de nove anos de Jane, ele vai embora, prometendo que ela irá se esquecer dele. Anos depois, com seus trinta anos, Jane continua sozinha como ela era quando criança. Apesar de ela ter seu próprio sucesso como uma dramaturga, ela continua presa a sua autoritária mãe.
Resenha: É muito fofoooo! De verdade, super lindo. Jane é uma garotinha solitária, e pra lhe fazer companhia, existe Michael, um garoto de sua idade que a acompanha o tempo inteiro, em todos os lugares que ela vai, e a faz se sentir a criança mais feliz do mundo. O único problema é que Michael é seu amigo imaginário. Mas para ela, ele é bem real. O problema é quando ela faz nova anos, e ele tem de partir, pois ela já não precisa mais dele. Mas não significa que seja verdade. Jane passou muitas semanas chorando pelo amigo, querendo que ele voltasse, mas sabia que tinha que seguir em frente, e foi o que fez. Cresceu, conheceu um ator super famoso, rico, com um ótimo caráter, e que a pediu em casamento. Na mesma época em que Michael, agora também crescido, resolveu aparecer novamente em sua vida. Mas ela não era mais criança, e não precisava mais dele, então porque ele estava ali? E como ele insiste em ficar ao lado dela, ela passa a relembrar como é bom estar com ele, e o quão bem ele a conhece, algo que nem mesmo seu noivo conhece direito. É um filme realmente fofo, e mesmo que tudo o que ocorre seja bem previsível, é sempre ótimo de assistir!
Trailer:
Título Original: Leap Year
Título Traduzido: Casa Comigo?
Ano: 2010
Gênero: Romance
Elenco: Amy Adams, Matthew Goode
Sinopse: Mulher ansiosa viaja para Dublin para pedir o namorado em casamento, no dia 29 de fevereiro de um ano bissexto. Segundo a tradição irlandesa, nesta data, o homem é obrigado a aceitar o pedido de casamento. Mas quando o tempo arruína sua viagem, ela precisa da ajuda de um grosseiro dono de hospedaria para iniciar uma inesperada travessia no país e fazer o pedido perfeito.
Resenha: Muuito lindoo! Se tornou um dos meus filmes favoritos de romance! Após anos de enrolamento, Anna decide fazer uma surpresa ao namorado. De acordo com a tradição irlandesa, no dia 29 de fevereiro de um ano bissexto, o homem é obrigado a aceitar o pedido. Seu namorado está em Dublin, então ela se dispõe a viajar só para encontrá-lo e fazer a surpresa, já que estava cansada de esperar pelo pedido. Porém, absolutamente nada sai como o planejado. Milhões de problemas são colocados em seu caminho, e ela acaba ficando num hotel simples numa cidade que ela nem conhecia direito. Sem saber que direção seguir, ela pede ajuda para os homens que estão no bar, mas o único que se dispõe a ajudá-la e levá-la até Dublin é Declan, o mais grosseiro e ríspido de todos. Ou seja, eles vão a viagem inteira discutindo, e entre tantas confusões, até mesmo perder o carro dele, assim sem ter um modo de chegar ao lugar de qualquer forma, eles vão se aproximando cada vez mais. Mesmo apesar de tudo, Declan a acompanha durante o trajeto inteiro, e até mesmo a defende quando entra em encrencas. E Anna vai descobrindo aos poucos que por trás daquele homem arrogante, existe um homem de grande coração. De verdade, é muito legal! Eu adoro filmes assim, que o casal no começo se odeia, mas vão se apaixonando aos poucos. Afinal, os opostos se atraem, não é? Hahaha
Trailer:
Título Original: Mary and Max
Título Traduzido: Mary e Max – Uma Amizade Diferente
Ano: 2009
Gênero: Animação, Drama
Elenco: Barry Humphries, Philip Seymour Hoffman, Toni Collette
Sinopse: Mary & Max é um longa produzido em massinhas que conta a história de duas pessoas de idades diferentes que se correspondem através de cartas. Mary (Toni Collete) uma garota de oito anos que mora na Austrália e não tem nenhum amigo, e Max (Philip Seymour Hoffman) um homem de 44 anos que vive em Nova York e sofre de Síndrome de Asperger.
Resenha: Um filme certamente bem diferente. Retrata sobre a amizade de uma garotinha chamada Mary, que é bem solitária, seus pais nunca tem tempo pra ela, e é sempre motivo de piada na escola, e Max, um senhor de quarenta anos que, assim como ela, é bem sozinho. Mary pegou um endereço aleatório para mandar uma carta, a principio perguntando como que os bebês eram gerados naquela cidade, duvidando que fosse da mesma forma que seu pai havia lhe explicado. Coincidentemente, a carta chega à Max, que após muito pensar, responde com naturalidade. E a partir de então, eles começam a criar uma relação mais forte, sempre se trocando cartas, contando cada um sobre sua vida, pedindo conselhos e dando ajuda. Só que o problema, é que existe um motivo para Max ser sozinho, e surtar toda vez que recebia uma carta de Mary, com palavras que o faziam entrar em pânico. Ele tinha uma síndrome chamada de Asperger, e fica muito ansioso facilmente, principalmente quando se lembrava de coisas pelo qual passou e que preferia esquecer. Com isso, a garota fica tão encantada com as cartas, que quando cresce e se forma, ela lança um livro, falando sobre a síndrome dele, após ter pesquisado muito e se especializado na síndrome, justamente por causa dele. Os bonecos são feitos de massinha, e essa parte eu achei bem estranha, porque traz um ar bem depressivo ao filme, mas a mensagem que passa é maravilhosa. Vale a pena assistir!
Trailer:
Sobre mim: Carolina Rodrigues, 18 anos, mora em Santos e cursa faculdade de Biomedicina. Adora dançar e ir pra praia, mas o que a faz realmente feliz é poder passar um dia inteiro lendo, vendo séries, escrevendo histórias ou ouvindo música.

Nenhum comentário:

Postar um comentário