quarta-feira, 24 de julho de 2013

Rapidinhas: Quem é você, Alasca?


Nome: Quem é você, Alasca?
Título Original: Looking for Alasca
Autora: John Green
Editora: Martins Fontes - WMF
Livro: Skoob | Orelha de Livro
Sinopse:
Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras — e está cansado de sua vidinha segura e sem graça em casa. Vai para uma nova escola à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o “Grande Talvez”. Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young. Inteligente, engraçada, problemática e extremamente sensual, Alasca levará Miles para o seu labirinto e o catapultará em direção ao Grande Talvez. Quem é você, Alasca? narra de forma brilhante o impacto indelével que uma vida pode ter sobre outra. Este livro incrível marca a chegada de John Green como uma voz importante na ficção contemporânea.


Falar sobre esse livro sem transparecer toda emoção que senti não vai ser uma tarefa muito fácil, até acho que vou falhar nesse ponto já que o livro me marcou de uma forma que nossa... eu nem consigo descrever.

"Quem é você, Alasca" Fala sobre Miles Halter e sua paixão por últimas palavras e a procura pelo Grande Talvez, disposto a mudar a forma em que vive, e como é visto, decide ir estudar em Culver Creek, a antiga escola do seu pai. Ao chegar nesse novo universo é apresentado a Chip e, claro, Alasca. A partir desse ponto a história é claramente muito bem dividida, de uma vida tranquila de adolescente; Gordo (Miles recebe esse apelido) passa a viver temas típicos de adolescentes cada vez mais frequentes.
No decorrer do livro consegui me identificar muito com os personagens, por exemplo, todo mundo aqui já teve uma fase da adolescência que preferia ficar em casa ouvindo música e lendo do que sair com os amigos ou a família, assim como Miles que no começo do livro não tinha amigos e teve uma festa no mínimo frustrante.
O Coronel (novamente um apelido, dessa vez do Chip), aos meus olhos é tudo que uma pessoa deve ser: desencanada, que acredita na lealdade e na honra como ninguém e que luta pelos seus objetivos como toda garra possível, nem que a ideia final seja acabar com os Guerreiros de Dia da Semana – pessoas ricas.
E o que dizer da nossa personagem principal? Alasca é claramente o que todos nós somos, cheia de mistérios, segredos, páginas ocultas de um livro... mas a conclusão é que Alasca Young apenas quer encontrar uma saída do seu imenso labirinto interior. O final dela é chocante, mas não vou falar pra não perder a cereja do bolo!

Concluindo, os personagens em geral são tão comuns quanto o leitor - o que faz com que o enredo seja ainda mais apaixonante. No geral, o autor soube explorar muito bem os descobrimentos, as bagunças e dúvidas, e também as diferenças que se tornam cada vez mais claras nessa fase de mudança que é a adolescência.
A divisão de águas do livro é muito bem marcada e nem tem como não notar, é praticamente um novo personagem. Cada página é uma emoção nova, uma descoberta... eu nunca me peguei tão maravilhada e ferida com um livro como fiquei com “Quem é você, Alasca?”, cada segundo de leitura foram únicos.
Não só recomendo como embarcaria de novo nessa leitura!

Nota: 5



Sobre mim: Silvia da Cruz, mora em Ariranha. Estudante de Administração Geral, apaixonada por livros e música, mas também não dispensa um esmalte novo. Não cansa de ler (e ver) Harry Potter, é a indecisão em pessoa só pra honrar o signo de libra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário