sábado, 29 de dezembro de 2012

O morro dos ventos uivantes


Nome: O morro dos ventos uivantes
Autora: Emily Brontë
Editora: Lua de Papel
Livro: Skoob
Sinopse:
"O Morro dos Ventos Uivantes" é a história inesquecível de um amor que nasceu na infância entre Catherine Earnshaw e Heathcliff, órfão adotado pelo pai da jovem e levado para Wuthering Heights, a propriedade da família. Enquanto Catherine cria laços fortes com Heathcliff, o irmão dela, Hindley, o despreza, tratando-o como um rival. Heathcliff cresce dividido entre o amor por Catherine e a raiva por todas as humilhações às quais é submetido. Uma situação que o obriga a tomar uma decisão que mudará a sua vida. Em meio à violência de uma tempestade de verão, ele abandona Wuthering Heights. Passa os três anos seguintes longe e, durante esse período, Catherine se casa, apesar de seu coração ainda pertencer a Heathcliff. Ao voltar para o seio de sua família adotiva, ele é um homem mais forte e maduro, pronto a impor a seus velhos inimigos uma vingança tirânica, que por anos manteve reprimida. Livre das convenções sociais de seu tempo e com uma intensidade emocional sem precedentes, "O Morro dos Ventos Uivantes" é um romance original e profundamente trágico, que se consagrou como uma das maiores obras da literatura britânica do século XIX. Um grande livro em uma tradução assinada por uma das melhores escritoras brasileiras de todos os tempos,
Rachel de Queiroz.


Emily Brontë escreveu somente um livro na vida, mas foi O livro.

O Morro dos Ventos Uivantes é uma história tão emocionante e que marca tão profundamente, que ao finalizar a ultima página, você tem a sensação de que a história ainda não acabou e que viveu e conheceu os personagens como se fossem amigos íntimos.
A história começa já na parte atual da história, quando o Sr. Lockwood, que era locatário de Heathcliff, vai até Morro Dos Ventos Uivantes, nome da propriedade que ficava no topo das colinas, algumas milhas afastada de Trushcross Grange para conhecer melhor o seu proprietário e estranhando o seu comportamento arredio, antisocial e agressivo, conversa com Nelly, que foi criada muito tempo da família que adotou Heathcliff e conhece completamente sua história.
A partir daí, tudo é contado por ela e voltamos no tempo, para a infância de Catharina e Hindley Earnshaw em O Morro dos Ventos Uivantes, até a chegada de Heathcliff e os acontecimentos posteriores. Não posso me estender muito em contar a história, pois cada acontecimento tem como conseqüência alguma ação dos personagens no futuro, então vou me focar mais nos personagens e nos sentimentos que cada um me despertou.
É muito interessante ver como Catharina e Heathcliff se dão tão bem e mesmo assim brigam muito as vezes, como qualquer criança e como o amor deles vai nascendo e crescendo, mas sem nunca ficar tão explícito, até porque a situação não permitia.
Hindley para mim foi o melhor personagem, seus diálogos quando cresce são extremamente engraçados, por mais agressivos e até extremamente malvados que possam ser, como esse:

- Afinal, descobri o que queria - exclamou Hindley, puxando-me para trás pela pele do pescoço, como a um cão. - Pelo céu e pelo inferno, vocês juraram dar cabo dessa criança! Compreendo agora por que nunca o encontro. Mas, com o auxílio de satanás, farte - ei engolir a faca de trinchar, Nelly! Não precisas rir, pois acabo de jogar Kenneth, de cabeça para baixo, no pântano do Cavalo Negro. E tanto faz matar dois como um... desejo matar algum de vocês. E não terei descanso enquanto não fizer isso!

Catharina é uma boa personagem também, de personalidade forte, mas não foi minha preferida, por ser muito mimada desde criança.
E, por fim, não consegui deixar de comparar Heathcliff com o Conde de Monte Cristo, pelo modo como planeja sua vingança. Ele é um personagem tão sensacional como Hindley, por mais que este tenha sido meu preferido e, mesmo sendo tão rude, inescrupuloso e desde criança tendo pensamentos completamente avançados para sua idade, não podemos culpá-lo, pois como eu disse, tudo tem um motivo.
Se você quiser uma história completa, com personagens complexos, cativantes e principalmente humanos, no sentido de cada um ter seus problemas e dilemas para resolver, o livro está mais do que recomendado.
Ah, devo dizer que, por mais que eu tenha detestado o colante que vem nas edições atuais, Bella e Edward estão completamente certos em ter esse livro como favorito! Haha. Foi para a minha listinha também. =]

Nota: ★★★★★

Nenhum comentário:

Postar um comentário