segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

O Mala


Nome: O Mala: Manual de Identificação e Uso
Autora: Mario Kostzer
Editora: @BelasLetras
Livro: Skoob
Sinopse:
Este é um guia para identificar as espécies de chatos que você precisa se esquivar todo dia, aquelas pessoas insuportáveis que ninguém quer carregar e, por isso, oportunamente ganharam o apelido de mala. Ou seja, este é um manual de sobrevivência, com doses refinadas do mais puro humor, para dar de presente a um amigo - com boas ou más intenções - ou para consumo próprio. Este livro também permite que cada um olhe para sua própria alça e descubra que grau de "malice" já atingiu.



"Um guia para identificar as espécies de chatos que você precisa se esquivar todo dia" define esse livro.

Com nem 80 páginas, esse rápido livro de crônicas é ótimo para passar o tempo, principalmente se estamos entediados ou em algum tipo de fila. Mario Kostzer nos apresenta diversos tipos de malas, e eu posso aostar que vocês reconhecerão muitos!
"O mala marketeiro", por exemplo, muitos conhecem e são, inúmeras vezes, alvos de piadas. "O mala na internet" e "o mala políticamente correto" são dois que eu tenho certeza que todo mundo tem um adicionado no facebook.

O Mala em festas
- Se endivida de uma maneira delirante.
- Se veste com roupas incômodas que não sabe usar. Pagará caro por isso, e logo no início da festa, começará um striptease que o exibirá de uma maneira como anda em casa, ou seja, de camiseta.
- Sua mulher aparece com roupas que não condizem nem com a sua idae, nem com seu peso. Tinge o cabelo e, pior de tudo, se sente sexy.

O livro é bem rápido de ser lido, cada mala crônica tem, no máximo, 3 páginas e a maioria possui ilustrações - muito boas, devo dizer - feitas por Carlinhos Müller.
A maioria das crônicas são realmente engraçadas e, para mim, todas fazem sentido, mas algumas não possuem tanto aquele toque de humor que te faz rir e se lembrar de um conhecido.

A diagramação do livro é muito boa, a Belas Letras fez um trabalho ótimo. Inclusive, a capa do livro é dura e esse 'espelhinho' reflete um pouco (mas na verdade me lembra aqueles de barbie. ohwait), enquanto a página é daquelas meio plastificada (eu ainda não entendo muito de folha, gente).

Bom, se você gosta de crônicas e livros rápidos, O Mala é recomendado. E aposto que vocês encontrarão por aqui vários colegas de trabalho, hahaha. Porém, é um livro, como eu disse anteriormente, para se passar o tempo. Não chegue achando que é um livro "sério".
E para explicar as três estrelas: eu não sei, mas de alguma forma, esperava um pouco mais do livro. Mas de todo modo, me agradou!


Nota: ★★★☆☆

Nenhum comentário:

Postar um comentário