domingo, 10 de junho de 2012

Filmes #008


Título Original: Don't be afraid of the dark
Título Traduzido: Não tenha medo do escuro
Ano: 2011
Gênero: Terror
Elenco: Bailee Madison, Katie Holmes, Guy Pearce
Resenha: Antes de começar, devo admitir que eu tenho medo de certas partes desse filme até hoje. Sally é mandada por sua mãe para viver com seu pai e a namorada dele por um tempo. Totalmente emburrada, ela não aceita bem a idéia, já que preferia muito mais ficar com a mãe, e não se sentia feliz lá. Passeando pela gigantesca - sem exageros - casa, ela descobre um porão, cujo estava trancado e nem o próprio pai sabia da existência, já que tinha comprado a casa há pouco tempo. Assim como a maioria das crianças curiosas, ela acha uma lareira naquele porão, que estava lacrado, e ela consegue tirar, já que começou a ouvir vozes vindo de lá, e percebeu que havia algo estranho. Mortes repentinas de pessoas que lá trabalham, perturbam os moradores da casa, principalmente a garotinha, que além de ouvir, agora vê os donos das vozes a assombrando, principalmente quando a luz é desligada e ela se encontra numa escuridão profunda. Seu pai, desacreditando em tal ilusão da criança, não dá a mínima. Uma das piores cenas (até que dá bastante sustinho as cenas), foi a que ela vai abraçar o ursinho que lhe deram de pelúcia, ele falando 'i love you' e acaba atacando ela D: Imagina o trauma que eu tô de bichinhos de pelúcia até agora! E isso porque eu sempre fui cheia de amor com eles ):

Trailer:



Título Original: We Bought a Zoo
Título Traduzido: Compramos um Zoológico
Ano: 2011
Gênero: Comédia, Drama
Elenco: Matt Damon, Stephanie Szostak, Carla Gallo
Resenha: Confesso que não levava muita fé pra esse filme. Fui quase obrigada a assisti-lo depois de minha mãe me encher muito, afinal, era filme de animal. E ela ama animais. E eu também amo, mas me parecia mais filme infantil, então não tinha despertado tanto a curiosidade. Mas ainda assim, lá fui eu baixar o filme pra mamãe. E não é que eu acabei me encantando mais do que ela? É lindo! Benjamin após o falecimento da esposa, tem de criar sozinho os dois filhos, Rosie e Dylan. E em busca de uma nova casa para morar, eles encontram uma na qual Rosie se apaixona. Estaria tudo maravilhoso, se não fosse pelo fato de que era num zoológico. Mas vendo a filha tão feliz, ele não resistiu e acabou a comprando, mesmo sabendo que com isso, teria que arcar com as despesas do zoológico inteiro também. De fato, ele deve ter batido a cabeça bem forte em algum momento não contado da história para comprar um ~zoológico! E com o passar dos dias ele foi percebendo isso: cuidar de animais selvagens e ainda pagar funcionários era demais para ele, além de ter que cuidar sozinho dos próprios filhos, sendo que já vivia discutindo o suficiente com Dylan. Mas acho que esse é o ponto que torna a história mais encantadora ainda, e ao contrário que muitas pessoas falaram, não considero apenas uma sessão da tarde, pois É uma história real, e com ela nós vemos todas as barras que ele teve que ultrapassar para conseguir manter TODOS! E ainda tentar fazer com que as brigas entre ele e seu filho se tornem menos constantes. Muitos chegaram até a criticar o filme, mas duvido que aguentariam carregar todos os acontecimentos pela sobrevivência de todos. (embora dificilmente alguém fosse ser tão doido em comprar um zoológico na situação em que ele se encontrava, que com certeza, não era tão boa assim a ponto disso!)

Trailer:


Título Original: The Woman in Black
Título Traduzido: A Mulher de Preto
Ano: 2012
Gênero: Terror, Mistério
Elenco: Daniel Radcliffe, Janet McTeer, Alfie Field
Resenha: Eu tinha uma curiosidade enorme por esse filme desde que foi lançado, mas demorou pra caramba pra sair e eu só acabando com minhas unhas, né. E acho que não me arrependo por ter esperado tanto, porque depois de ter ouvido comentários ruins eu desanimei, mas nada como ter sua própria opinião. Arthur é um advogado que viaja pra um vilarejo pra cuidar dos papéis de um cliente falecido recentemente, já que também não tem muita escolha pois sua esposa morreu, e ele só tem aquele trabalho para sustentar o filho, e sendo também que o chefe já tinha ameaçado o demitir. Trabalhando na casa, ele começa a descobrir segredos que a envolve, e que assombra o vilarejo inteiro. Há naquela casa, uma mulher de preto, onde toda vez que as pessoas a veem, uma criança morre. Esse mistério, do porque e de como isso acontece, se desenrola no filme inteiro. Pode parecer meio chato isso, mas não é! Porque no decorrer vão acontecendo vários fatos, e que ao menos me interessou, a ponto de o filme passar rapidinho. Muitas pessoas reclamaram do final, mas... Para não contar spoilers, só pergunto uma coisa. De verdade, o filme é de terror. Vocês esperam que o final seja feliz? E outra, sim, tem alguns em que não é totalmente, mas as coisas dão certo no final. Eu tava aliviada já, mas parecia tudo muito superficial, <i>bom demais para ser verdade</i>. Eu acho que em filmes assim, TEM que algo surpreendente acontecer, principalmente no fim, pra gente ficar em choque por alguns segundos e depois se perguntar... Porque??? Eu adorei o filme, e inclusive, o Daniel interpretou muito bem! Por passar a maior parte da vida basicamente atuando Harry Potter, muitos achavam que ele não se sairia tão bem, mas eu gostei bastante.

Trailer:



Nenhum comentário:

Postar um comentário