terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Doença e Cura


Nome: Doença e Cura
Autor: Fabian Balbinot
Editora: Alcance
Livro: Skoob
Sinopse:
Em um submundo de sombras e poder, onde os vampiros são reais, surge uma entidade desconhecida, que perambula em uma incansável busca pelo sangue eterno dos mortos-vivos, enlouquecendo-os com pavores semelhantes aos que eles costumam infligir aos seres humanos, e usando os próprios humanos como iscas para atraí-los...


Bom dia, pessoas! Espero que estejam tendo um ótimo começo de ano. Cá estou eu, trazendo mais uma resenha de um livro que tive oportunidade de ler pelo Booktour do Selo Brasileiro.

Quando recebi o livro, eu pensei: “Wow, vou adorar!”. Eu já tinha ouvido falar do livro antes e eu estava interessada; Inclusive foi uma das razões para eu ter me escrito no Booktour. No começo eu estava bem empolgada; fiquei extremamente curiosa com a sinopse; mas conforme o livro foi inciando, tive que lutar para conseguir passar os três primeiros capítulos.
Uma das coisas que eu achei legal a respeito do livro foi que os 7 capítulos que o compoem são histórias independentes. Claro que no fundo estão interligadas - todas tratam de vampiros e a nova criatura - e são fundamentais para a parte final da história, mas ainda sim, são pontos de vistas independentes, o que é muito curioso. Porém, eu tive problemas para pensar na história como um todo até chegar nos últimos capítulos, o que eu acredito ter atrapalhado um pouco minha leitura.
Um outro ponto positivo é a perfeição com que o autor descreve o sofrimento dos personagens, eu sentia a agonia deles no evoluir da leitura. O uso de termos científicos e expressões durante a leitura deixou claro que o autor pesquisou bastante, e também fica claro o sucesso que ele teve. Deixou o livro com um “quê” mais reaista, o que não é tão comum assim para livros desse gênero. Porém em alguns pontos o autor acaba por repetir demasiamente uma idéia e acaba deixando a leitura repetitiva.
O decorrer do livro é muito interessante; principalmente as idéias sobre evolução. Como pontos negativos além do que já mencionei, eu pessoalmente acho que leituras onde o nome do personagem não é dito um pouco estranhas porque parece que não consigo imaginar o personagem direito, sei lá. - mas nada que atrapalhou a leitura desse livro. Na edição há alguns erros gramaticais, porém nada muito “berrante”.
A capa é muito legal, apesar de ser simples. O sangue é parte essencial para o desenrolar da história, por isso têm tudo haver com o livro.
Não é um livro feito para agradar a geração que gosta de vampiros “bonzinhos”, o que eu pessoalmente achei legal pois ultimamente não temos muitos livros assim. É um livro forte e em algumas partes o leitor tem que ter sangue frio, mas eu recomendo o livro por ser uma leitura bem interessante.

Nota: ★★★☆☆


Nenhum comentário:

Postar um comentário