segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Desafio de Equipe #20

Lançado por: Mari

Título Original: The Rise of the Planet of the Apes
Título traduzido: Planeta dos Macacos - A Origem
Ano: 2011
Gênero: Ação, Ficção
Classificação: 12 anos.
Elenco: Jake Gyllenhaal, Michelle Monaghan, Jeffrey Wright, Vera Farmiga.
Sinopse:
James Franco viverá um jovem cientista que se torna figura central na cisão entre homens e macacos. Lithgow faz o pai doente com Alzheimer do cientista, enquanto Freida, protagonista feminina, vive uma primatologista que também trabalha no laboratório.
Rise of the Apes será uma história de origem ambientada na São Francisco dos dias atuais. A trama servirá de alerta metafórico sobre os perigos da engenharia genética. Mostrará o desenvolvimento da inteligência em símios e como isso iniciará uma guerra pela supremacia do planeta.
Cesar é o nome do primeiro supermacaco, resultado de experiências genéticas para combater o Mal de Alzheimer, dotado de inteligência superior e capacidade de fala. Ao ser traído pelos humanos que tentava emular, Cesar começa uma campanha violenta para reinvindicar os direitos símios entre os homens.





Caue: Quando eu comecei a ver o filme estava bastante empolgado, os atores são muito bons em suas atuações e claro César é simplesmente demais durante o filme!
Eu tava gostando muito do filme, do começo ao fim é totalmente eletrizante ver como César é inteligente! Por mais que seja um filme e tudo mais, você acaba indo na onda, até parece que isso é possível na vida real! (será que não é?)
Mas então chega no final e tudo começa a ir longe demais... Eu não quero ser chato, sei bem que é um filme de ficção cientifica, mas os macacos do filme até onde eu sei, são super inteligentes e não super fortes ou mesmo super heróis para atravessarem janelas de vidro sem um corte ou até mesmo arrancar a porta de um carro.
Acho que esse foi o primeiro filme do desafio que eu realmente não gostei tanto, do começo ao meio é realmente bom, mas depois a falta de bom senso pelo menos para mim foi longe demais... Não superou minhas expectativas.
Recomendo para quem quer ver aquele filme básico num dia de chuva em casa, ou até mesmo para descontrair mas não crie muitas expectativas com relação ao final.^^'


Juh: Não vou me prolongar muito porque eu to MORRENDO de sono(resultado de dormir apenas duas horas durante a noite), então, eu não recomendo o filme. Quer dizer, recomendar eu até recomendo. Se você parar de assistir o filme em mais ou menos uma hora. O filme começou bem, um tanto confuso, mas logo dá pra se situar. O meio é lindo, tudo perfeito, no maior estilo "quero um james franco pra mim". Junto com o Cesar. Sério, quero um animal de estimação como o Cesar. Ao menos antes dele se rebelar. A partir da parte onde ele ataca um dos vizinhos, o filme desanda. Completamente. Poderia ter sido melhor trabalhado, mas apesar disso tudo, os efeitos foram muito bons, as atuações dos personagens principais também, mas eu não poderia dizer que é o melhor filme que eu vi esse ano. É isso, eu só recomendaria pelos efeitos e por metade do filme. "Cesar is home."

Leeh: Eu não sei se tenho realmente algo pra falar contra Planeta dos Macacos - A Origem. Bom, alguns de vocês podem me achar (de novo) um alien por não ter assistido Planeta dos Macacos, o normal. Mas, bem, se eu assisti, não lembro, sinceramente.
No começo eu fiquei meio confusa e um pouco em choque com tudo aquilo que eles desenvolviam nos macacos. Mas após ser apresentado para macacos cada vez mais inteligentes, eu ficava boba. É incrível saber que todos os macacos que foram usados eram computadorizados, porque olha... Eu saí do cinema podendo jurar que o Cesar (amor *heart*) era real. Em vários momentos do filme, quando a câmera foca em seu olhar determinado... Em seu rosto... É tão humano, tão perfeito, tão lúcido e sagaz. Me apaixonei pelo macaco, eaí? :( HAHAHA.
Sério, apesar de muita gente reclamar do final e tal, eu sinceramente gostei. Bem melhor do que imaginar todo mundo morrendo na ponte, ok. E o Cesar era MUITO inteligente, eu sabia que ele conseguiria chegar onde chegou. E isso ficou bem uma 'opinião' mesmo, sem falar muito do filme, até porque não quero estragar. Mas eu recomendo :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário