quinta-feira, 21 de julho de 2011

Por favor, não deixem a dor regressar


Livro: Por favor, não deixem a dor regressar.
Autor: Darlan Hayek Soares
Sinopse:
O que você faria se encontrasse um campo de concentração nos nossos dias? O que faria se descobrisse que o holocausto pode acontecer novamente? Emocione-se com a história de Joel, um operário que é explorado pelo mesmo homem que por vários anos explorou seu próprio pai. Após perder a mãe vítima de uma doença terminal, Joel é obrigado pelo patrão a fazer uma viagem à capital, para supostamente fazer doações a um orfanato local. Sua vida, porém, começa a mudar quando conhece Brunella, uma das meninas do orfanato. Brunella vê em Joel a figura de um pai. Mas tudo começa a mudar quando Brunella e outras meninas do orfanato são misteriosamente raptadas por um grupo que deixa bilhetes com desenhos de suásticas a cada rapto. Envolvido emocionalmente com a pequena Brunella, Joel procura respostas para o desaparecimento da menina, e, encontra algo além do que poderia imaginar. Um campo de concentração, onde um grupo que defende ideais nazistas mantém prisioneiros crianças e estrangeiros. O que restaria a Joel então? Lutar para tentar impedir que a dor de um passado tão obscuro possa regressar.




Booktour - Selo Brasileiro
Por favor, não deixe a dor regressar é, com certeza, uma história, no mínimo, emocionante.
O livro aborda um tema delicado e ainda muito debatido, que é o nazismo e o preconceito em geral, que ainda, inlifezmente, é extremamente presente na sociedade contemporânea. A personagem principal, Joel, tem uma história de vida triste, cheias de lutas e sofrimento, com poucas vitórias. Cresceu em uma família pobre, e teve sua família sempre muito unida e feliz, até que o pai morre. Quando o Sr. Bernardo morreu, a vida de Joel e sua família nunca mais foi a mesma. Na primeira oportunidade, ele e as irmãs sairam da casa e passaram a viver do seu jeito. Joel, que almejava ser escritor, começou a trabalhar na mesma fábrica que o pai para conseguir dinheiro para se manter e encontrar uma editora para publicar seus originais. A história do livro começa envolvendo o nazismo começa quando o patrão de Joel o manda até a cidade grande para visitar um orfanato aonde futuramente fariam uma doação. Lá, ele cria vínculo com as meninas do orfanato e descobre que algo está muito errado com aquela parte da cidade.
Embora a história seja muito interessante, eu acho que o autor pecou um pouco no tipo de linguagem usada nos diálogos. Apesar de se assemelhar a linguagem que seja usada em cidades menores (na cidade da minha vó os diálogos se desenvolvem assim, por mais que pareça mentira!), tirou um pouco da naturalidade dos personagens e deu uma impressão forçada as conversas. A história é contada de forma objetiva, contudo em alguns trechos o livro chega a ser objetivo demais. Alguns pontos da história ficaram mal explicados e há alguns personagens que podiam ter sido mais desenvolvidos.
Resumindo: "Por favor, não deixem a dor regressar" é um livro marcante, criativo e profundo. Ele conta a história de Joel, um jovem empresário desiludido com a vida, em busca de um sonho: tornar-se um grande escritor. Com frases interessantes e que emocionam, o livro possuí uma mensagem de superação e altruísmo. A leitura vale muito a pena, apesar de ter alguns pontos negativos. O livro tem um final e o desenrolar muito interessantes e pouco previsíveis, o que deu vários pontos positivos ao livro, ao meu ver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário