quinta-feira, 30 de junho de 2011

Filmes #006


Título Original: I Spit on Your Grave
Título Traduzido: Doce Vingança
Ano: 2011
Gênero: Terror
Elenco: Sarah Butler, Chad Lindberg, Jeff Branson
Resenha: O gênero está marcado como terror, mas eu sinceramente não achei, pois não passa além da realidade. Jennifer Hills é uma escritora que aluga uma cabana no meio de uma floresta, pra poder passar um tempo sozinha, assim tendo mais criatividade e inspiração para poder escrever sua história. Eu, como tenho vício em escrever também, sei como paz e sossego pode ajudar MUITO na hora de construir um conto, e tranquilidade era tudo que ela precisava, embora não soubesse que houvessem homens tão... Idiotas! Naquele local. Ela acaba chamando a atenção de quatro homens no posto de gasolina, onde eles a perseguem, e invadem sua casa. Esse filme tem cenas bem fortes na parte em que ela é estuprada, e ainda mais nas partes em que ela retorna (bom, isso não é nenhum spoiler. Olha o nome do filme, doce vingança, de alguma forma significa que ela irá sobreviver, fugir, e voltar com algum objetivo né) e monta o plano para matá-los e fazê-los sofrer, torturando-os da mesma forma que eles fizeram com ela. Acho bem justo, afinal, TODOS que cometessem algum tipo de violência, deveria sofrer a mesma coisa que a pessoa violentada, sofreu. É a justiça completa, mas nem todos tem a coragem de voltar e botar um plano em ação tão perfeitamente, como ela. Ainda mais por ser filme né, duvido muito que alguém na vida real faria o mesmo, apesar de acontecer MUITO isso, e pelo visto, a quantidade de pessoas estupradas só tem aumentado né. Tsc, tem gente que definitivamente, tem sérios probleminhas mentais.





Título: Toy Story 3
Ano: 2010
Gênero: Animação, Aventura
Elenco (vozes): Tom Hanks, Tim Allen, Joan Cusack
Resenha: Aah, como já deveria suspeitar, é um filme fofo demaaais! Andy, o dono de todos os brinquedos, cresceu e finalmente chegou a hora de ir para a faculdade: O que resulta na felicidade do jovem, mas na infelicidade frustante dos brinquedos, já que confiavam no dono achando que ele jamais o abandonaria, mas quando menos esperam, eles são postos num saco de lixo sem querer. Os brinquedos conseguem fugir, mas acabam parando numa caixa de doação, onde eles chegam a um lugar incrível, repleto de crianças para brincarem o tempo inteiro com eles, e se divertirem ao máximo. Juntamente com as crianças, eles conhecem os brinquedos que habitam aquele lugar, mostrando-se super simpáticos e gentis. Um conselho? As aparências enganam, e muito!! E quando eles descobrirem essa tradição, talvez possa ser tarde demais. Woody, inconformado com seus amigos revoltados pelo dono e aceitando permanecer naquele lugar, com a idéia de que é quase o paraíso, consegue fugir do lugar em rumo de sua antiga casa, certo de que seu dono iria o esperar. Entretanto, no meio do caminho, ele se depara com confusões... Mas não tão grandes quanto a que seus amigos se meteram, e ele, já que jamais abandonaria os amigos, decide voltar para salvá-los. Sempre amei Toy Story, a história é incrível e traz sempre um misto de sensações: A aventura, ação, altas risadas e as vezes até me controlei para não chorar, haha! Acho que é o melhor filme de brinquedos que já inventaram :)





Título Original: The Jane Austen Book Club
Título Traduzido: O Clube de Leitura de Jane Austen
Ano: 2007
Gênero: Romance
Elenco: Jimmy Smits, Emily Blunt, Kathy Baker, Hugh Dancy
Resenha: Admito ser meio sem cultura e ainda não ter lido nenhum livro da Jane Austen. Esse filme, retrata a história de algumas pessoas e seus conflitos amorosos, participando de um clube de leitura onde a cada mês, eles lêem um novo livro da Jane, para então marcarem um encontro e debatarem sobre a história do livro. Pelo fato de eu nunca ter lido nada da Jane, provavelmente a única coisa que eu entendi (um pouco) foi quando debateram Orgulho e Preconceito. De resto, eu fiquei boiando completamente, haha. Mas tenho certeza de que quem é fã dela e de seus livros, com certeza vai AMAR esse filme! Eu não desgostei, é bem legalzinho sim, principalmente a história dos casais do filme em si, e seus problem
as amorosos tentando ser resolvido. Só que como eu nunca li um livro, pode acontecer duas coisas: Ou se empolgar para lê-los logo apesar dos spoilers, haha. Ou então ficar meio cansativo de assistir, pois a maior parte do filme, fica sem entender. Mas achei legal terem feito este filme, afinal, é uma grande homenagem a Jane Austen! Não é sempre que vemos filmes homenageando autores.





Título Original: Beastly
Título Traduzido: A Fera
Ano: 2011
Gênero: Romance, Fantasia
Elenco: Vanessa Hudgens, Alex Pettyfer
Resenha: Vocês não têm noção do tanto que esperei por finalmente ver esse filme, era uma ansiedade enorme, já que estavam sempre adiando a data de estréia. Admito ter me decepcionado um pouco, diante de tamanha expectativa. Porém, não significa que o filme seja ruim. É ótimo!
Kyle é o típico garoto que só liga para a beleza, pouco importando inteligência ou jeito de ser. Após vários erros cometidos por ele, todos baseados na mesma forma, ele é amaldiçoado e se torna alguém completamente diferente, do que costumava ser. Sua aparência era de dar pavor em muitas pessoas, ou como diria Lindy, já vi piores. Kyle terá de encontrar num prazo de um único ano, alguém que diga a ele as três palavras mágicas, mas junto de um sentimento verdadeiro. Somente o amor poderia quebrar o feitiço, e trazê-lo de volta, a sua forma anterior. Além de que, não bastavam as palavras, ele teria que se esforçar para mudar o ponto de vista, tanto de pensamento, quanto escolhas, e sentir na pele como não é bom ser desvalorizado pela sociedade pela aparência. É um filme bem legal, até uma grande lição, mas poderia ser melhor, ainda mais do jeito que eles se aproximam rapidamente... O foco foi centrado demais somente nele, e ela, que também deveria ter um papel importante, é pouco comentado. Sem contar que o final poderia ser bem melhor, eu até duvidei que daria mais problemas, mas não. Gosto de situações difíceis, desculpa, haha. Mas é um filme bem leve, vale a pena assistir.

Nenhum comentário:

Postar um comentário