quinta-feira, 17 de março de 2011

Músicas #001

Olá, pessoiiiinhas, como vão vocês? Bom, cá estamos com uma nova coluna no Hangover, a de Músicas! Essa coluna será mensal, e quem quiser dar alguma dica, etc, pode falar *-*
Bom, essa coluna, sendo a primeira, será um pouco diferente do que pretendemos fazer nas outras. Vou explicar o porquê.
No mês de Março de 1996, em um trágico acidente, uma de minhas bandas favoritas se foi, indo fazer shows junto com o Renato Russo (outro de quem sou fã) e nos deixando aqui, na vontade de ir em um show, na vontade de conhecê-los.
Bom, essa banda é o Mamonas Assassinas, pra quem não adivnhou ainda. Esse ano fez 15 anos que não temos mais os Mamonas entre nós, e com isso, esse post será um post-homenagem. E quem não conhece muito da história da banda, aproveita para conhecer!



Mamonas Assasinas
País: Brasil
Gênero: "tudo um pouco" (veja no post)
Duração:1990 - 1995 (como Utopia), 1995 - 1996 (como Mamonas)
Membros:
Dinho (Alexsander Alves) - vocal
Bento Hinoto (Alberto Hinoto) - guitarra, violão e vocal de apoio
Júlio Rasec (Júlio César) - teclados e vocal de apoio
Samuel Reoli (Samuel Reis de Oliveira) - baixo e vocal de apoio
Sérgio Reoli (Sérgio Reis de Oliveira) - bateria vocal de apoio


Começamos com a capa de um álbum que quando eu era pequena, tinha vergonha de ficar vendo na frente dos meus pais. Bom, desculpem-me vocês que se sentem sem graça/não gostam disso, mas é a capa do único CD deles, e não pode faltar, não é mesmo?

A banda "Mamonas Assassinas" durou, de fato, 7 meses - sendo formada por Dinho, Bento Hinoto, Júlio Rasec, Samuel Reoli e Sérgio Reoli. Contudo, antes de serem os Mamonas, eles eram o grupo Utopia, formado apenas por Sérgio, Bento e Samuel, que no começo preferia desenhar aviões, mas acabou ingressando no grupo, como baixista. Eles faziam covers de bandas como Legião Urbana, Titãs, etc. Contudo, em um show de 1990, pediram para que eles tocassem uma música de Guns n' Roses; não sabendo a letra, eles pediram para que um dos espectadores ajudá-los. Esse espectador, conhecido como Dinho, se destacou com suas palhaçadas e paródias. Pouco depois, entrou o tecladista Júlio.
Com o novo nome de Mamonas Assassinas do Espaço reduzido para o fixo Mamonas Assassinas, eles começaram a fazer shows por todo o Brasil, se apresentando em programas de tevê e, em certo período, chegaram a vender 100 mil cópias a cada dois dias!
A banda começou com músicas de "rock cômico" e covers, vendo que o público preferia o rock cômico/paródias aos covers, eles começaram a ter suas próprias músicas. Com um estilo punk rock, com influências de forró, sertanejo, heavy metal, rock progressivo, pagode, música portuguêsa, o som deles é um estilo "tudo em um". Começaram com músicas como "Pelados em Santos", "Robocop Gay' e "Jumento Celestino", para em seguida virem as outras.


Qualquer semelhança com a ACME provavelmente não é pura coincidência

Discografia
Álbum de Estúdio
1995: Mamonas Assassinas
Coletânea
1998: Atenção, Creuzebek: A Baixaria Continua
Álbum Ao Vivo
2006: Mamonas ao Vivo
Videografia
1996: MTV na Estrada (relançado em DVD em 2004)
2002: Show Ao Vivo (Arquivo Familiar) CineArts
2008: Por Toda Minha Vida - Mamonas Assassinas
2009: Mamonas, o Doc




Eu dei uma procurada, e pelo jeito eles só fizeram clipe de Pelados em Santos mesmo :( Os outros só tem ao vivo, e como podem ver por esse, as qualidades infelizmente não são das melhores... Apesar de toda a brincadeira e zoação, podemos ver, como no começo desse vídeo, que eles não eram a favor da violência nem nada. Era uma música da brincadeira, zoação, mas com consciência.

Em 2 de Março de 1996, a banda estava em um jatinho indo Guarulhos, pois no dia seguinte iriam fazer um show em Portugal, onde também eram conhecidos. Com algumas dificuldades na hora do pouso, a aeronave se chocou com a Serra da Cantareira. Todos que estavam no jatinho morreram na hora. No avião, além dos integrantes da banda, também estavam o piloto, co-piloto e dois assistentes dos artistas, sendo um primo de Dinho, e o outro conhecido como 'anjo da guarda dos mamonas', pois era segurança do grupo.
Uma coisa que deixa todos com o cabelo em pé é que, no dia do acidente, o tecladista, Júlio Rasec, contou em um vídeo caseiro gravado pelo seu cabelereiro, que sonhou com a queda do avião na noite anterior. Como uma premonição do acidente.
Além disso, alguns dias antes, Samuel Reoli escreveu uma carta para sua família, agradecendo a Deus e à família, por tudo que vivera até ali.
O triste é saber que eles fizeram tanto sucesso, ganharam tanto dinheiro, tinham de tudo para ir pra frente, e só puderam aproveitar isso por 7 meses, o tempo de vida da banda Mamonas.

Como um post musical, e em homenagem aos mamonas, vou colocar a seguir duas músicas que marcam todos, e grudam na cabeça. Podem ter certeza, que se você disser 'roda roda vira' alguém completa 'roda roda vem', ou então 'sabão crá-crá', com certeza outro alguém completa a frase. É o tipo de música que quem não conhece, esse sim você luiz pode chamar de alien!



Pra não pesar o post, o link de Sabão Crá-Crá ao vivo está aqui.
Atenção, observem as roupas deles. ADORO, haha. E percebam também que desde sempre o Faustão é inconveniente, e atrapalha a música. Sobre o Dinho apertando a bunda do cameraman, não percebam! OIUHFASPUIHDFUAI

Mamonas Assassinas - 15 anos. <3 data-blogger-escaped-br="">
Ps: tentei deixar o post pequeno, e resumir, mas foi meio impossível pra mim, hehe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário